Resenha: Fortaleza Impossível - Jason Rekulak

segunda-feira, 3 de junho de 2019

Image result for fortaleza impossivel capa

Título: Fortaleza Impossível
Autor:
Classificação: 3.89 [Skoob]
Páginas: 285
Editora: Arqueiro
Gênero: Ficção, Young Adult, Romance


Anos 80. Nova Jersey. Três pré-adolescentes vivendo o auge dos computadores e jogos digitais. Uma garota nerd, brilhante e apaixonada por programação. Músicas, filmes, jogos e referências resumidas em uma palavra: Nostalgia!  


Billy tem 14 anos, e é fascinado por programação, o típico jovem nerd dos anos 80. Definitivamente fora dos padrões dos populares, ele e os amigos Alf e Clark, são o que posso referenciar por o "trio de esquisitos" da escola. Passam as noites se divertindo assistindo filmes, conversando sobre músicas e cinema. Isso é tão Stranger Things. 

Vivendo o ápice da puberdade, os três iniciam uma jornada por tentar adquirir uma revista da playboy, que acaba de ser publicada com fotos de uma famosa apresentadora de TV. Como não possuem idade suficiente para comprar, começam a arquitetar um assalto, com planos completamente engraçados em prol de conseguir tão desejada revista. Em meio a essa aventura que Billy conhece a misteriosa Mary, uma garota nerd que também é apaixonada por jogos e programação, e que é filha do dono da loja de revistas.

Billy e Mary, com tanto em comum começam a passar mais tempo juntos e decidem trabalhar na criação de um jogo para um concurso de games. O que inicialmente era pra ser apenas uma aventura em busca por uma revista, se torna uma descoberta pessoal para Billy, que faz florescer um romance, trilhado por canções dos anos 80, envolto por Commodores 64, disquetes e programação.



Fortaleza Impossível reúne os elementos que eu mais adoro: tecnologia e ficção, em um romance leve e divertido. Com uma leitura bastante simples e divertidinha. Acredito que aqueles que já leram ou assistiram "Jogador Número Um", que gostaram de Stranger Things e que gostam dos anos 80 (mesmo não tendo vivido na época) irão gostar bastante dessa obra de Jason Rekulak, tanto pelas referências musicais, quanto de cinema. Como estudante da área de computação, gostei bastante de ver a abordagem de jovens de 14 anos no auge da tecnologia com o lançamento do primeiro computador pessoal. 

É uma ficção jovem adulta, que desenvolve os personagens na medida certa e que vai direto ao ponto sem muitas delongas, levando os personagens a trilharem seus objetivos de forma fluída. Definitivamente, é um livro para se dar de presente, que irá agradar todo tipo de leitor.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Hey, gostou da postagem?
Então deixe sua opinião/crítica/elogio aqui!
O Paradise Books agradece seu comentário, obrigado pela visita!
obs.: Não respondemos comentários em anônimo; Não é permitido o uso palavras ofensivas; Não compartilhamos livros, isso vai contra a política de direitos autorais.