Resenha: A Mulher na Janela - A.J. Finn

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2019


Título: A Mulher na Janela
Autora: A.J. Finn
Classificação: 4.2 [Skoob]
Páginas: 352
Editora: Arqueiro
Gênero: Suspense, Thriller


Em A Mulher na Janela vamos acompanhar Anna Fox, uma psicologa infantil, que mora sozinha e sua casa maravilhosa, que antigamente abrigou ela e sua família feliz. Porém foi abandonada pelo seu marido, que levou a filha junto, e não temos a mínima ideia do por quê isso aconteceu.
E agora por causa de uma fobia ela vive reclusa, portanto passa seu tempo assistindo filmes, bebendo vinho, conversa regularmente com o marido e a filha por telefone, e tem o seu maior hobby, ficar observando e espionando a vizinhança.



Certo dia, uma nova família se muda para uma casa do outro lado do Parque, e como Anna já adora vigiar e tirar fotos de todo mundo, estes novos moradores, a família Russell, se tornam sua nova obsessão, já que de início eles simplesmente parecem perfeitos, um pai, uma mãe e um filho, portanto sempre pega sua câmera e vai observá-los.

Mas um certo dia, Anna acaba ficando apavorada com algo que vê acontecendo dentro da casa dos Russells, e toda sua vida vira de cabeça para baixo. Porém com tantos remédios que toma junto  com seu Merlot, a fazem questionar se aquilo realmente aconteceu, ou é simplesmente algo da imaginação dela. Então, o que é real?

A.J. Finn nos apresenta um livro narrado em primeira pessoa, então começamos a duvidar e também entrar na loucura que é a vida de Anna, do mesmo modo que ela possa acreditar em algo ou não, o leitor ficar do outro lado se questionando também. Por mais que o livro seja um pouco grande, e a história um pouco arrastada, a escrita do A.J. e os capítulos curtos fazem a historia passar super rápido, e apesar de não ter grandes revelações, o desenvolvimento do enredo e da personagem são muito bons. Já tinha um tempinho que eu não lia algo de Suspense, e sendo um gênero que me instigou a ler quando eu tinha 11/12 anos, fiquei feliz porque A Mulher na Janela me fez querer trazer mais Thrillers e Suspenses pra minha lista de leitura.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Hey, gostou da postagem?
Então deixe sua opinião/crítica/elogio aqui!
O Paradise Books agradece seu comentário, obrigado pela visita!
obs.: Não respondemos comentários em anônimo; Não é permitido o uso palavras ofensivas; Não compartilhamos livros, isso vai contra a política de direitos autorais.