Resenha: Graça e Fúria - Traci Banghart

sábado, 1 de dezembro de 2018


Título: Graça e Fúria
Autor: Tracy Banghart
Classificação: 4.2 [Skoob]
Páginas: 304
Editora: Seguinte
Gênero: Fantasia, Young Adult

Em um reino onde as mulheres não tem direitos, ou o livre arbítrio de ir e vir, vamos conhecer Serina e Nomi Tessaro, duas irmãs com personalidades totalmente diferentes e com um futuro bem distinto a sua frente.

O Herdeiro de Veridia esta prestes a escolher suas três primeiras Graças, que iriam o servir e obedecer. Serina foi treinada desde criança para ser perfeita e submissa para ser escolhida e se tornar uma delas. Nomi ao contrário, já era a irmã rebelde, que não concordava com as regras que a sociedade impunha sobre as mulheres, e sempre que podia as desafiavas, como por exemplo aprender a ler, uma coisa que nenhuma mulher deveria saber.



Porém tudo muda quando o Herdeiro, Malachi, na hora da decisão de sua última graça, ele escolhe Nomi Tessaro, que na realidade só acompanhou a irmã até o palácio para ser sua aia pessoal. Agora as irmãs trocam totalmente os papeis. Mas além de ser rebaixada a aia, Serina é pega com um livro nas mãos, que na realidade foi sua irmã  que roubou da biblioteca, e já que uma mulher saber ler era considerado crime, Serina acaba sendo punida e é levada para uma ilha onde prendem mulheres que se rebelam contra as regras de Verídia.

A partir disso vamos acompanhar as duas irmã lutando batalhas diferentes, Nomi tentando se acostumar com a vida de uma Graça, já que todo o treinamento que teve, foi para ser uma aia. E Serina tentando deixar para trás sua vida e luxo que poderia ter, pois agora é uma prisioneira e vai ter que sobreviver, e se adaptar às durezas que a ilha e os soldados impõe.

Graça e Fúria foi uma leitura rápida e bem dinâmica. Os capítulos são intercalados entre as irmãs e são bem curtos, e como você quer saber o que vai acontecer com cada uma, a páginas passam rapidamente. É bem interessante ver o amor entre as duas irmãs, já que uma praticamente não vivia sem a outra, e agora estão separadas. Nomi não sabe para onde levaram Serina, e está disposta a fazer qualquer coisa para ajudá-la. E por mais que Serina ainda sinta raiva por estar pagando pelos erros da irmã, ela ainda quer sair da ilha para tira-la das mãos de Malachi, já que dizem que ele é pior que o pai, e adora quebrar o espírito das jovens que são mais rebeldes. E em um livro onde as mulheres são privadas de direitos, claro que teremos a sororidade e o feminismo apresentado na história, e foi tudo muito bem desenvolvido.

Não dei cinco estrelas, por achar os acontecimentos bem previsíveis, principalmente o que imagino que seria o plot twist da história. Estou bem curiosa pela sequência, espero que a autora possa dar continuidade com a mesma fluidez deste primeiro livro.

Indicado para os fãs de Fantasia/YA, e com certeza para quem está iniciando no gênero, Graça e Fúria seria uma ótima escolha.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Hey, gostou da postagem?
Então deixe sua opinião/crítica/elogio aqui!
O Paradise Books agradece seu comentário, obrigado pela visita!
obs.: Não respondemos comentários em anônimo; Não é permitido o uso palavras ofensivas; Não compartilhamos livros, isso vai contra a política de direitos autorais.