Resenha: A Duquesa Feia [Conto de Fadas #3] - Eloisa James

segunda-feira, 12 de novembro de 2018


Título: A Duquesa Feia
Autora: Eloisa James
Classificação: 3.8 [Skoob]
Páginas: 272
Editora: Arqueiro
Gênero: Romance de Época, Romance Adulto

James Ryburn, herdeiro do ducado de Ashbrook acaba de saber por seu malvado pai que sua família está indo a falência, não somente o pai gastou todo o dinheiro que tinha e se afundou em dívidas, como também gastou parte do dinheiro guardado de sua protegida Theodora Saxby, e agora o único jeito de reaver os bens é se casando com Theo. James e Theo cresceram juntos e se tornaram amigos inseparáveis, enquanto ele é um dos solteiros mais cobiçados de Londres, não somente por seu título, mas também por sua beleza, ela é considerada "o patinho feio" da sociedade, mesmo tendo uma excelente família e sendo um bom partido para se casar. 

A amizade dos dois começa a tomar outro caminho quando se dão conta que não são mais dois adolescentes, e uma aproximação derradeira vai torná-los amantes apaixonados, entretanto, tudo pode vir por água abaixo quando Theo descobrir as reais intenções do pai de James, e  uma separação vai mudar a vida dos dois para sempre.


Esse é o terceiro volume da série Contos de Fadas de Eloisa James, dessa vez a história é inspirada no clássico Patinho Feio, e veremos nossa protagonista num desabrochar maravilhoso, se tornar um verdadeiro cisne. Theo é uma jovem cheia de personalidade e vida, mesmo ouvindo que sua aparência não era estupenda diante de outras jovens solteiras tão desejadas, ela sempre se mostrou uma dama muito vivaz, até se apaixonar por seu melhor amigo e sofrer a maior decepção de sua vida. Mas ela mostrou o verdadeiro significado do que é usar as pedras atiradas para construir seu castelo, e se tornou uma dama muito admirada por todos.

James para mim se mostrou um personagem extremamente covarde, primeiro por não ter tido força o suficiente para enfrentar seu pai diante de todo o estrago que o próprio havia feito,  segundo para reconhecer seus sentimentos por Theo e vir a assumi-los publicamente, terceiro por ter aceitado tão facilmente desaparecer da vida dela e se esconder no mar por tantos anos. Acredito que ele não foi um personagem forte o suficiente e por isso me irritou durante a leitura, esperava um mocinho que soubesse pelo que lutar, mas ele preferiu fugir.



A história é divida em duas partes e se passa num período de tempo bem longo onde nossos protagonistas se encontram separados, achei esse espaçamento um pouco massante e fiquei esperando o momento em que a história fosse engrenar novamente. Dessa vez não temos tanta participação da temporada social britânica na história e senti falta de personagens que complementassem o livro como já aconteceu em outros, os protagonistas infelizmente não me fisgaram tanto quanto nos outros livros da série, e a história parecia mais um roteiro de filme de época do que um livro em si, um pouco corrido.

O reencontro dos dois foi sim emocionante, e acredito que salvou um pouquinho da minha decepção com a história, os oito anos separados trouxeram muita maturidade para ambos e para que ficassem juntos acredito mesmo que eles precisavam passar tudo que viveram, mais um livro inspirado em contos de fadas que nos dá aquele quentinho no coração, da maneira que somente os romances de época fazem.

Sobre a Série:

São um total de 5 livros, cada um independente, retratando um novo conto de fadas no qual foi inspirado e um novo casal, a série está sendo publicada pela Editora Arqueiro, confira a capa do próximo volume:




Nenhum comentário :

Postar um comentário

Hey, gostou da postagem?
Então deixe sua opinião/crítica/elogio aqui!
O Paradise Books agradece seu comentário, obrigado pela visita!
obs.: Não respondemos comentários em anônimo; Não é permitido o uso palavras ofensivas; Não compartilhamos livros, isso vai contra a política de direitos autorais.