Resenha: Céu Sem Estrelas - Iris Figueiredo

sexta-feira, 23 de novembro de 2018


Título: Céu Sem Estrelas
Autora: Iris Figueiredo
Classificação: 4.6 [Skoob]
Páginas: 360
Editora: Seguinte
Gênero: Young Adult; Sick-Lit
4.5
Cecília é uma jovem universitária de 18 anos, que trabalha numa livraria e parece que as coisas serão mais fáceis para ela depois de sair do segundo grau, o que é uma grande mentira. No dia do seu aniversário, é chamada no escritório por sua chefe, e ao invés de receber um parabéns, ela apenas é demitida. E a única coisa que pode fazer, é colocar um sorriso no rosto e ir comemorar seus 18 anos com seus amigos. Umas bebidas a mais e ela nem consegue se lembrar de como chegou a casa de Iasmin, apenas sabe que sua roupa foi trocada, mas se a amiga estava tão bêbada quanto ela não tinha como isso ter acontecido, então só podia ter sido o Bernardo?! Aquela pessoa que está em seus sonhos mais ousados. Hora de encarar a realidade e ir descobrir como tudo aconteceu.

Bernardo está cansado de sua vida vazia e não sabe o que fazer para mudar isso, sua única certeza é que não quer sair com seus amigos, era pra ser uma noite de sexta jogando seu vídeo game tranquilo,
o vai deixar a garota dormir envolta ao vômito e assim sua noite de sexta fica completa. 

Cecília tem problemas em casa, sua mãe não é muito presente e ela não sabe quem é seu pai, o seu parente mais próximo é sua avó. Sem saber como será a reação da mãe sobre sua demissão acaba não contando, mas quando sua mãe descobre a briga é gigantesca, ela não quer se refugiar na casa da avó então decide passar um tempo na casa de Iasmin, mas não sabe como será ficar mais próxima a Bernardo
Ser gordo ia muito além de ser uma massa de gordura. As pessoas me encaravam e automaticamente calculavam quanto peso eu ganhei ou perdi desde a última vez que nos vimos. Tinham sugestões de dietas, piadinhas prontas que "não eram pra ofender", diziam que me rosto era tão bonito e se eu emagrecesse um pouquinho...
Ela sempre sofreu por estar acima do peso, mas mesmo assim encarava a vida. Tinha períodos em que estava muito bem e alguns que estava muito mal, ataques de ansiedade sempre a acometiam, porém nunca buscou ajuda profissional, mas chega o momento em que ela não consegue mais esconder de seus amigos como está mal e não tem outra solução anão ser se abrir para alguém que realmente pode ajudá-la. 

Foi uma leitura muito linda, acompanhar a Cecília por esse período sombrio que ela passou até enfim ter que buscar ajuda foi bem angustiante, mas certamente uma leitura maravilhosa. Antes mesmo de terminar a o livro eu já o estava indicando. Este é o primeiro livro da Iris que li e foi um contato gratificante. Gosto muito de Sick-lit com problemas psicológicos, e ela soube tratar tudo de uma forma tão real. O livro só não ganhou minhas 5 estrelas pelo motivo do final ser aberto, mas temos romance, que é fofo e envolvente. 

Pessoas leiam Céu Sem Estrelas para ontem. Obrigado, de nada. 
- Quero ficar perto das estrelas - disse ela. - Naquele dia, na pedra, não tinha nenhuma estrela no céu. Senti que todas tinham morrido e que eu morreria junto. Quero lembrar que as estrelas ainda existem.
- Não existe um céu sem estrelas, Cecília. Mesmo quando estão cobertas pelas nuvens, ainda estão lá. A gente só não consegue enxergar.

Um comentário :

  1. Havia visto esse livro, mas não sabia sobre do que se tratava e adorei!
    Acho importante abordar assuntos assim e da forma como a autora abordou.
    Gosto quando aborda o ponto de vista intercalado.

    beijinhos
    She is a Bookaholic
    Minhas pequenas coisas

    ResponderExcluir

Hey, gostou da postagem?
Então deixe sua opinião/crítica/elogio aqui!
O Paradise Books agradece seu comentário, obrigado pela visita!
obs.: Não respondemos comentários em anônimo; Não é permitido o uso palavras ofensivas; Não compartilhamos livros, isso vai contra a política de direitos autorais.