Resenha + Crítica Filme: Antes Que Eu Vá - Lauren Oliver

quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018


Título: Antes Que Eu Vá
Autor(a): Lauren Oliver
Classificação: 4.1 [Skoob]
Páginas: 368
Editora: Intrínseca
Gênero: Young Adult, Drama, Romance Contemporâneo

Samantha Kingston é um nome conhecido nos corredores da escola Thomas Jefferson, formanda e peça do grupo mais popular, ela tem o status que muitas garotas sonham, melhor amiga de Lindsay, Ally e Elody. O dia do cupido é um dos mais aguardados do ano, quando todo mundo envia rosas com recados pra alguém, elevando o status dos que recebem mais e diminuindo os que recebem menos, afinal quem é popular precisa receber muito reconhecimento, e todos estão dispostos a agradá-los.

Em 12 de Fevereiro daquele ano, tudo ocorreu como planejado, muitas flores para Sam e suas amigas, um pouco de como demonstrar sua superioridade, se aprontar pra uma festa, se divertir e ainda passar a noite com seu namorado pela primeira vez, até que um acidente acontece e parece estar tudo acabado. Exceto que no dia seguinte ela acorda no mesmo dia 12 de fevereiro e todos os fatos começam a se repetir, e Sam é a única que se dá conta do que está acontecendo, e ela parece eternamente presa nesse dia, e todos os dias ela acorda na mesma sexta-feira, sabendo que no fim da noite ela e suas amigas vão morrer. Várias lições vão ser aprendidas por essa protagonista, que corre contra o tempo tentando consertar as coisas, tentando entender esse lapso de tempo, e principalmente tentando evitar que alguém morra no fim do dia.

Confesso que não tinha me interessado pelo livro até ver o trailer do filme, e não sabia absolutamente nada sobre a trama, o que foi interessante e me deixou com mais expectativas. Enquanto acompanhava a escrita poética de Lauren Oliver, me enxerguei no papel de Sam, me identifiquei profundamente com essa protagonista que precisou passar por uma situação quase fantasiosa pra conseguir enxergar pequenos detalhes que não valorizamos da vida. Fiquei ansiosa conforme os capítulos passavam, sem saber se ela realmente acordaria no dia seguinte e repetiria tudo de novo, se ela realmente teria uma nova oportunidade, me encantei por uma história que nos leva a enxergar os nossos erros, revelar os segredos que não contamos, e a compreender que ninguém é perfeito.

Sam foi uma protagonista interessante, muito racional, divertida, ela realmente ama a vida que tem, e sabe que não foi fácil alcançar seu status, a autora trabalhou tão bem as mudanças da personagem, como ela é superficial, preocupada com a opinião dos outros e o ar superior que demonstra nos primeiros capítulos, e como cada uma dessas coisas vai se desmanchando dela conforme lemos. As reações dela quanto a sua situação de quase morte, são muito humanas, muito reais, nos enxergamos completamente no lugar dela, e compreendemos que a vida é muito curta, que o tratamento que damos as pessoas hoje, pode influenciar no futuro delas, e que o nosso egoísmo e egocentrismo podem nos destruir e a quem está por perto,

A autora trabalhou questões muito importantes como o bullying, suicídios, abusos, necessidade de exposição, relacionamentos abusivos, baixa auto-estima, amizades e também um pouco de como é o sentimento de amor verdadeiro, todos esses temas são muito presentes na vida dos jovens, e é muito importante que autores abordem essas temáticas de maneira a conscientizar seu público e Lauren Oliver sem dúvidas fez isso de uma maneira maravilhosa, encantando e atraindo o leitor com suas palavras na trajetória de Sam. Sem sombra de dúvidas esse é um livro sobre a valorização de nossas vidas, sobre auto-conhecimento e sobre se aceitar como você é.

Sobre o Filme:
Título: Before I Fall
Data de lançamento: 18 de maio de 2017 (1h 38min)
Direção: Ry Russo-Young
Elenco: Zoey Deutch, Halston Sage, Elena Kampouris
Gêneros: Drama, Suspense
Nacionalidade: EUA

Zoey Deutch no elenco foi a primeira informação que me fez ficar ansiosa por essa adaptação, uma atriz que eu adoro e que consegui enxergar completamente na pele de Sam, e não foi pra outra, a atriz preencheu o papel em todos os seus detalhes, as reações e emoções de Sam e sua personalidade foram completamente colocadas na tela, o que só me fez ser ainda mais fã da atriz.

Com uma atmosfera de sonho oblíquo, a fotografia do filme ganhou uma aura nebulosa, exatamente a sensação que tive enquanto acompanhava o livro e o dia que sempre retornava pro mesmo lugar da vida de Sam. As cores mais frias e os cenários escolhidos trouxeram também um visual arrojado e jovem, perfeito para o ambiente do livro e do público alvo, e tudo isso só foi completado por um casting muito bom que preencheu os papéis e um figurino muito jovem e moderno.

As passagens de cena ficaram interessantes, transmitem bem a atmosfera de suspense da história, e o roteiro adaptado está bem fiel ao livro, o que achei incrível e raramente acontece.
Nota mil pra trilha sonora maravilhosa e que completou esse filme lindo e que me deixou muito feliz como fã.


Nenhum comentário :

Postar um comentário

Hey, gostou da postagem?
Então deixe sua opinião/crítica/elogio aqui!
O Paradise Books agradece seu comentário, obrigado pela visita!
obs.: Não respondemos comentários em anônimo; Não é permitido o uso palavras ofensivas; Não compartilhamos livros, isso vai contra a política de direitos autorais.