Resenha: A Cruz de Fogo [Outlander #05 Parte I] - Diana Gabaldon

domingo, 2 de abril de 2017


Título: A Cruz de Fogo
Autora: Diana Gabaldon
Classificação: 4.5 (Skoob)
Páginas: 720
Editora: Arqueiro
Gênero: Fantasia, Romance Histórico

Essa resenha contém spoilers dos livros anteriores.

A hora e a coragem estão entranhadas em nossos ossos, e aquilo pelo que um homem mata é também, por vezes, aquilo pelo que morre.

O ano é o de 1771 e nos encontramos na América. James Fraser é um exilado escocês e está buscando seu recomeço, ele ganhou um pedaço de terra do governo na Carolina do Norte ao qual chamou de Cordilheira dos Fraser. A vida está tranquila com sua família, Claire como sempre muito solicitada como médica/curandeira, seu filho adotivo Fergus está casado e o ajuda com os plantios e na fabricação do uísque. Brianna sua filha legitima está passando pela fase da maternidade e todas as descobertas de seu pequeno bebê é uma alegria, Roger seu genro é sempre convidado para cantar nos casamentos pela redondeza. Apesar dessa tranquilidade Claire, Brianna e Roger temem os fatos históricos da época e como eles podem os atingir. Por mais que eles tentem ficar longe da guerra, ela sempre encontra um jeito de infiltrar em suas vidas.


Todos os esforços de Jamie é em conseguir fazer sua terra prosperar, ele tem trabalhado com afinco para isso, mas nem sempre tudo sai como planejado. Apesar das dificuldades ele tem conseguido se manter na America, sua fama o persegue onde esteja e todos sabem quem ele é. Começamos o livro com uma grande festa, vários exilados escoceses estão reunidos para celebrar dois casamentos, os boatos que rondam as conversas é que os Reguladores não estão contentes com o governo e estão provocando badernas, e por sua vez o governador está nomeando algumas pessoas como Coronéis da Milícia para contê-los e um dos escolhidos é James Fraser.

O título do livro fala sobre um acontecimento que ocorria antes de alguns clãs escoceses irem para a guerra era feita a Cruz de Fogo. Apesar de no Novo Mundo, Jamie não deixou para trás os costumes de seu povo.
Quando um chefe das Terras Altas convoca seus homens para a guerra [...] ele faz uma e a queima. O fogo é apagado imediatamente, com sangue ou com água, mas ainda assim ela é chamada de cruz de fogo e é levada pelos vales como um sinal para que os homens do clã peguem suas armas e se encaminhem para o local da reunião, preparados para a batalha.

O casal James e Claire nesse livro está perfeito, gosto muito do jeito que a autora trabalha o relacionamento deles. Eles se respeitam acima de tudo, mas não abaixam a cabeça um para o outro quando algo não lhes agrada. Me encanta ver quando algum deles erra e tem que resolver a situação com o outro.
- Deixe os mortos enterrarem os mortos, Sassenach - disse ele baixinho. - O passado foi, e o futuro ainda não veio. E estamos aqui junto, você e eu. 
Descobri que tenho um sério problema com livros que são divididos, quando as coisas realmente vão começar a acontecer o livro acaba, li 700 páginas do livro e quando o foco principal foi tomar forma ele foi cortado. Não posso reclamar do livro em si, a escrita da Diana é maravilhosa, aquela leitura que te faz viajar para a época em que a trama se passa, os detalhes descritos me colocaram totalmente inerte dentro da trama, conseguia ver/imaginar com perfeição as vegetações descritas, os cheiros citados e tudo o mais. Tem sido encontrar livros que me prendem e encantam como a da Diana, mas essa quebra de ritmo me chateia um pouco.

A série Outlander possui mais de 10 livros lançados lá fora, aqui no Brasil estamos no Volume 5. São livros grandes, mas ótimos livros. Também existe a série de TV, se você está com medo de começar os livros dê uma chance para a série.


Clicando nas capas abaixo você será direcionado para as resenhas anteriores.

            

          

Um comentário :

  1. Oi, Paula!!!

    Sou apaixonada por Outlander e estou morrendo para comprar esse livro para mim. Mas estou colocando como meta esperar chegar a R$ 25, que foi o valor que paguei nos últimos volumes.

    Mas gosto muito de Jamie e Clarie, embora Diana sempre faça os dois se ferrarem absurdamente. Fico na esperança deles terem felicidade e paz em algum momento. Hahahaha

    Também não gosto da divisão que fizeram, mas faz parte. O bom é que não vão demorar muito para lançar a segunda parte pelo menos.

    Bjs!!

    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Hey, gostou da postagem?
Então deixe sua opinião/crítica/elogio aqui!
O Paradise Books agradece seu comentário, obrigado pela visita!
obs.: Não respondemos comentários em anônimo; Não é permitido o uso palavras ofensivas; Não compartilhamos livros, isso vai contra a política de direitos autorais.