Resenha: A Caminho do Azul Sereno [Never Sky #03] - Veronica Rossi

domingo, 9 de abril de 2017

Título: A Caminho do Azul Sereno
Autora: Veronica Rossi
Classificação:  4.3 (Skoob)
Páginas: 336
Editora: Rocco Jovens Leitores
Gênero: Distopia, Fantasia, Ficção Científica


A terra está sofrendo mais com as tempestades de éter, que se modificaram e agora destróem tudo o que toca, não existe mais a possibilidade de Forasteiros e Ocupantes ficarem onde estão e eles terão que encontrar uma forma de chegar ao tão sonhado Azul Sereno. Ária e Perry precisam se unir nesse momento para conseguirem alcançar este lugar, Forasteiros e Ocupantes não conseguem trabalhar juntos, mas agora é preciso, a liderança dos dois pode os levar para tão sonhada tranquilidade de um céu límpido. 

Um amor, um sacrifício, um sonho... Muitas decisões terão que ser tomadas e nem sempre é fácil. Ser um líder traz várias responsabilidades e a liderança de Perry e Ária será colocada a prova. Eles conseguirão unir forasteiros e ocupantes? O amor deles irá superar todos os obstáculos? Enfim, eles poderão deitar na grama e observar o céu sem preocupações?
Ela não queria lutar para que simplesmente houvesse mais luta. Ela queria acreditar, precisava acreditar, que as coisas podiam melhorar.

Todas essas questões serão respondidas em A Caminho do Azul Sereno, uma leitura cheia de reviravoltas e com ação a todo o momento. O romance nesse livro é colocado um pouco de lado, pois as preocupações de nossos protagonistas é outra no momento, eles terão que conseguir um meio de transporte para todos chegarem ao sonhado azul sereno e terão que descobrir como irão transpor a barreira que guarda esse lugar. São muitas coisas acontecendo e como cada um irá lidar com elas irá definir se eles terão êxito.
Todos nós temos potencial para fazer coisas terríveis, Soren. Mas também temos potencial para superar nossos erros. Eu preciso acreditar nisso. Do contrário, qual o sentido disso tudo?
Falando a respeito da minha leitura da Trilogia Never Sky, Veronica Rossi iniciou muito bem nos apresentando esse mundo novo, tempestades de éter, cidade encapsuladas e mecanismos que podem recriar qualquer lugar. Achei tudo bem inovador, mas conforme foi passando a leitura fiquei com aquele sentimento de que "parou de fluir", só via acontecimentos atrás de acontecimentos, mas nada que me cativasse, o romance não me arrebatou e a leitura foi passando. Talvez tenha sido um problema meu com o livro, estou numa fase que nenhuma leitura tem me extasiado, elas apenas estão acontecendo e foi isso com A Caminho do Azul Sereno. 

Fico sempre muito feliz de terminar uma Trilogia e essa foi minha primeira experiência com a Veronica Rossi. Ela está lançando uma nova série na gringa chamada Riders, espero que a Rocco lance aqui. 

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Hey, gostou da postagem?
Então deixe sua opinião/crítica/elogio aqui!
O Paradise Books agradece seu comentário, obrigado pela visita!
obs.: Não respondemos comentários em anônimo; Não é permitido o uso palavras ofensivas; Não compartilhamos livros, isso vai contra a política de direitos autorais.