Resenha: Ligeiramente Casados [Os Bedwyns #1] - Mary Balogh

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017


Título: Ligeiramente Casados (Os Bedwyns #1)
Autor(a): Mary Balogh
Classificação: 4.2 (Skoob)
Páginas: 288
Editora: Arqueiro
Gênero: Romance de Época


A jovem Eve Morris é conhecida no campo por sua bondade e bom coração, tendo ajudado muitos que foram retaliados socialmente dando até mesmo um teto, ela não é muito prestigiada na sociedade. Eve entretanto aguarda ansiosamente o retorno de seu irmão da guerra, agora que Napoleão foi derrotado, começam as celebrações e o retorno dos parentes queridos a suas residências, mas as notícias sobre Percival Morris que chegam ao solar Ringwood não são boas.

O último pedido feito pelo jovem Percival Morris ao coronel Aidan Bedwyn em seu leito de morte, foi para que ele cuidasse de sua irmã mais nova e a protegesse, ao se dar conta do que tudo isso envolveria o coronel passa a agir de forma fria, mas sempre cumprindo sua promessa e fazendo o possível pela jovem Eve e seus protegidos. Quando o primo de Eve tenta tomar as terras da jovem, a única solução plausível que consta no testamento de seu pai, seria um casamento para a garota, e a partir desse relacionamento de conveniência, um novo sentimento vai surgir entre o frio e distante militar e a jovem moça do campo.

Ano novo, série nova! Após finalizar a série dos Bridgertons de Julia Quinn, estava ansiosa por começar uma nova de romances de épocas encantadores! Essa da Mary Balogh estava na minha fila a algum tempo, e foi muito comentada por várias amigas fãs desse tipo de romance como eu. Estava com as expectativas muito altas e acabei me decepcionando um pouco, apesar de ter gostado do enredo da trama, não consegui me conectar muito aos personagens ou enxergar a química entre eles.


Eve foi uma personagem muito doce desde o começo, sua bondade, altruísmo e confiança nas pessoas me conquistaram desde o princípio, acredito que a autora desejava construir uma personagem que se opunha aos preconceitos e futilidades da época, e o fez muito bem, nos dando uma mocinha cheia de esperanças e que acreditava que todos merecem uma nova oportunidade.

Aidan não foi um dos meus personagens favoritos, geralmente mocinhos frios e distantes possuem motivos plausíveis para o ser, para se afastar, ou para se auto proteger, mas no caso de Aidan eu não consegui identificar qual seria esse motivo ao longo da leitura, e sua resistência em assumir o romance com Eve, apesar de ele ser sempre cuidadoso com tudo que era relacionado a ela me incomodou ao longo da leitura.

A escrita de Mary Balogh é muito envolvente, e ela é uma autora que procura quebrar paradigmas em suas histórias, mesmo se tratando de uma época onde a sociedade era extremamente conservadora. Gostei de vários outros personagens da família Bedwyn e por isso tenho expectativas que os próximos volumes me agradem mais que esse primeiro, apesar de serem poucas páginas achei a história dos dois arrastada, o casal não me conquistou, mas gostei do desenrolar da trama, das famílias e dos detalhes sobre a sociedade.

Sobre a Série:

Composta por seis livros, onde em cada um conhecemos um novo casal e um dos irmãos da família Bedwyn, a série está sendo publicada no Brasil pela Editora Arqueiro. O último livro ainda não foi publicado por aqui, mas saí ainda em 2017.

Próximo volume:


3 comentários :

  1. Parece ser um livro interessante, coisos de livros de época, chamam minha atenção e o desenrolar da história parece ser bem fascinante.
    Beijos,
    http://o-hyeah.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi, Carla!!
    Tudo bem?

    Achei a mesma coisa que você sobre o Aidan e isso não me fez gostar tanto do romance. Mas de uma forma geral eu gostei da família também e espero que os próximos sejam melhores - ainda não peguei eles para ler. =/

    Bjs!!!

    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Sou uma eterna apaixonada por romance de época e acabei há pouco mais de uma semana de ler esse livro. Me apaixonei completamente pela família meio louca em meio as normas de um ducado. Sobre Aidan, também o achei um tanto frio mas com o passar do tempo ele melhora um pouco.

    ResponderExcluir

Hey, gostou da postagem?
Então deixe sua opinião/crítica/elogio aqui!
O Paradise Books agradece seu comentário, obrigado pela visita!
obs.: Não respondemos comentários em anônimo; Não é permitido o uso palavras ofensivas; Não compartilhamos livros, isso vai contra a política de direitos autorais.