Resenha: O Feiticeiro de Terramar [Ciclo Terramar #1] - Ursula K. Le Guin

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016


Título: O Feiticeiro de Terramar | Ciclo Terramar #01
Autora: Ursula K. Le Guin
Classificação: 4.2 (Skoob)
Páginas: 176
Editora: Arqueiro
Gênero: Aventura, Fantasia

Duny, nome que lhe foi dado por sua mãe quando ainda era criança, cresceu em um povoado nos vales altos da Ilha de Gont, mais tarde receberia seu nome de adulto - Ged -, alguns dizem que ele sem dúvida se tornou o maior viajante e feiticeiro de Terramar - conhecido entre os povoados como Gavião - e sua vida é narrada em inúmeras canções. No entanto, esta história é de quando ele ainda não era famoso, e antes das canções serem compostas. Garoto ágil e de gênio forte, com apenas 12 anos, descobriu que possuía as marcas do poder, quando sem instruções ou sabedoria conseguiu enfeitiçar cabras enquanto pastoreava. Desde então, ele se tornou um aprendiz de feitiçaria, sendo encaminhado para à ilha de Roke, onde lhe ensinariam todas as artes elevadas.

A cada tarefa e aula, Ged se tornava cada vez mais inteligente. No entanto, dentre todas suas qualidades, o orgulho, a impaciência e inveja, era o que se destacava, e isso o tornara arrogante, com sede de sabedoria e poder. Dominado pela vontade de se exibir como mais poderoso para um dos seus colegas, que ele considerava um rival, Ged acaba realizando um feitiço além das suas habilidades e conhecimento, consequentemente libertando um animal-sombra, que não tem nome e que não fora invocada. Uma sombra negra que infelizmente, irá atormentar Ged por toda sua jornada.

"Aquela criatura não tinha corpo, era cega à luz do sol, uma criatura de um reino sem luz, um não lugar, atemporal. Ela devia segui-lo ao longo do dia, cruzando os mares do mundo iluminado pelo sol, e podia assumir forma visível somente em sonhos ou na escuridão."



Ursula sai dos padrões de herói fantástico. Aqui não existe um guerra sangrenta sendo travada, ou um protagonista destinado à ser a salvação de Terramar (ainda). É uma fantasia, que traz como personagem principal, um mago jovem designado à grandes feitos e que futuramente será lembrando nas canções como um grande mago, mas que inicialmente é invejoso e orgulhoso. A batalha travada aqui, vai se desenvolver no interior de Ged. A autora descreve, de forma simples e direta, como ele irá lidar com as consequências de sua ganância de poder e todo aquele exibicionismo fútil. Trata-se de maturidade, insegurança, assumir seus erros e enfrentar seus medos. É aceitar o "lado negro" que cada ser humano tem dentro de si, e lidar com ele. 

Eu não sabia o que esperar dessa leitura, e confesso que a simplicidade da narrativa, foi fazendo um misto de "quero mais" com "vamos ver onde isso vai dar", resultando nesse enredo gostoso de ler. Todo fã de fantasia deve ler O Feiticeiro de Terramar. Há leitores que não gostaram do livro, talvez foram com muita sede ao pote, esperando algo com batalhas épicas, e glória ao herói no final, e o objetivo do primeiro livro da série não é esse. Nem todo livro de fantasia, precisa ser complexo, repleto de reviravoltas, guerras e morte. Você vai encontrar elementos tradicionais de fantasias jovem adulto, como o melhor amigo, a escola de magia, o rival, a descoberta do amor. Mas o que diferencia essa história de outras, é a importância do amadurecimento e do aprendizado do personagem na sua jornada, e isso é fascinante! Ursula K. Le Guin é rápida, vai direito ao ponto, sem enrolações e sem muito detalhismo e descrições exageradas. Leitura recomendada!

2 comentários :

  1. Olá, Mih!!
    Tudo bem?

    Eu adoro esse livro porque é um clássico. A Ursula foi a primeira autora a escrever uma fantasia com um mago que era jovem e não um velho como Merlin ou Gandalf. Fora isso também foi a primeira a criar um protagonista que não era branco. E ela foi tão genial que as pessoas só percebem que Ged não é branco na metade para o fim do livro.

    Sou muito fã dessa mulher e as ficções que ela escreveu também são incríveis.
    Como disse acima, O Feiticeiro de Terramar é um clássico obrigatório para todos os fãs de fantasia.

    Espero que a Arqueiro traga logo os próximos volumes da série!!! :D

    Bjs!!!

    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carol, eu adorei o fato de Ged ser jovem, e fugir dos padrões não sendo um personagem branco. Achei muito legal a escrita simples da Ursula. ❤ Quero mto ler outros títulos escritos por ela.

      Excluir

Hey, gostou da postagem?
Então deixe sua opinião/crítica/elogio aqui!
O Paradise Books agradece seu comentário, obrigado pela visita!
obs.: Não respondemos comentários em anônimo; Não é permitido o uso palavras ofensivas; Não compartilhamos livros, isso vai contra a política de direitos autorais.