Resenha: O Livro de Memórias - Lara Avery

domingo, 30 de outubro de 2016


Título: O Livro de Memórias
Autora: Lara Avery
Classificação: 4.5 [Skoob]
Páginas: 392
Editora: Seguinte
Gênero: Young Adult; Sick-Lit

Samantha MacCoy está no último ano do ensino médio e já tem várias metas estabelecidas para sua vida. Na escola ela se destaca como melhor aluna, e com sua amiga Maddie forma a dupla mais exitosa no Clube de Debates que em breve irão participar de uma grande competição. Sua vaga na Universidade de Nova York já está garantida e ela não vê a hora de se mudar e começar a vida adulta. Mas sempre pode ocorrer alguns percalços em nosso caminho e no de Sammie é a descoberta de uma doença.

A Niemann-Pick (são três tipos -  A, B e C - e eu tenho o C. comumente o chamado NP-C, o único C que já recebi, ha-ha-ha) acontece quando o tipo errado de colesterol se acumula no fígado e no baço e, como consequência, ocasiona uma série de obstruções no cérebro. O acúmulo atrapalha, a cognição, a função motora, a memória, o metabolismo - tudo e mais um pouco.


O grande medo de Sammie é a demência, ela não quer perder a capacidade de se lembrar das coisas, ter apagões e não saber onde estava e o que estava fazendo, e esse medo a faz escrever um livro de memórias para a Samantha do Futuro. Ele é como um diário para ela, onde Sammie anota todas as coisas que acha importante para sua eu do futuro se lembrar. Tem como objetivo terminar bem o ensino médio e entrar na faculdade, pois é bem otimista quanto a sua doença, que aparece mais em crianças, e em seu caso apareceu na adolescência, ela acredita que como já não é comum aparecer a NP em sua idade ela irá passar bem por essa fase.

Cooper foi um grande amigo seu durante muitos anos, mas se afastaram, ele era o cara que curtia festas enquanto Sammie passava horas estudando, mas quando descobre sua doença ela conta para poucas pessoas e uma dessas pessoas é ele. Assim irão se aproximar novamente e passar alguns momentos especiais juntos. A protagonista é uma garota muito focada, mas a paixão platônica que ela nutre por Stuart Shah, um escritor promissor que já teve alguns textos publicados, a faz sair dos eixos as vezes, ele já saiu da escola, mas está de volta a cidade. E dessa vez ela irá ter coragem de se aproximar e o conhecer melhor. 
Stuart: Te vejo às cinco ;)
Eu: Se Deus quiser
Stuart: Não sabia que vc era religiosa.
Eu: Desculpa, quis dizer se Zeus quiser.
Sammie é uma garota muito espirituosa, ela encara muito bem a sua doença e não fica cheia de frescura com nada. Ela não quer que as pessoas a olhem de forma diferente e por isso esconde sua condição. Suas metas estão traçadas e tem feito tudo ao seu alcance para cumpri-las, mas a NP não é uma doença fácil, ela vai tirar dela o que ela mais estima - sua capacidade de raciocínio, seu cérebro por assim dizer. 


O livro é um diário de anotações da Samantha, nele ela escreve, alguns amigos escrevem e nós acompanhamos tudo como observador. Gostei dos nomes dados por ela para vários capítulos, alguns desses eram longos e outros nem tanto, dependia de como ela estava se sentindo naquele dia. Sammie me conquistou com sua personalidade, mas suas anotações não conseguiram me envolver ou emocionar como eu esperava. Foi uma leitura tranquila e com poucas reviravoltas. 
Tipo, quer levar meu corpo? Tudo bem, eu não estava usando mesmo. [...]
Mas não meu cérebro, minha verdadeira ligação com o mundo.
Gostei da escrita da Lara Avery e por uma pequena pesquisa que fiz sobre a autora esse foi seu terceiro livro lançado, ele é sua obra mais recente. A diagramação da Editora Seguinte está de parabéns. De todas as capas que vi para este livro a nacional foi a que mais me agradou. Para as pessoas que gostam do gênero sick-lit recomendo O Livro de Memórias. 

   

6 comentários :

  1. Olá Paula! Amei sua resenha, a melhor q já li desse livro, parabéns!
    Já estava doida por este livro, agora mais q nunca qro conferir!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Paula!!

    Gostei muito da sua resenha, mas não estou muito na vibe de sick-lit para ser bem sincera. Hahahaha
    É um gênero que sempre me faz chorar e agora estou a procura de livros mais tranquilos e para dar risadas e suspiros... Hahahaha
    Mas vou ficar com a dica anotada para o futuro.

    Bjs!!!

    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Primeira resenha que vejo da obra.
    No momento, o tema não me despertou a atenção...
    Quem sabe com o tempo eu não mude de ideia? Estou mais para o lado terror e suspense

    ResponderExcluir
  4. Já tinha lido outra resenha desse livro, e confesso que imaginei que a história fosse mais divertida, carismática, e com pelo menos um pouco mais de revira voltas, ainda mais pelo gênero literário abordado no livro, porém pela sua resenha resenha da para notar que é uma leitura tranquila, gostosa, porém não e aqueles livros inesquecíveis, mesmo assim pretendo ler esse livro.

    ResponderExcluir
  5. Primeiro: não conheço essa doença apresentada no livro. Segundo, admito quem enfrenta seus piores temores e fazem dele uma lição para outros.
    Não conhecia o livro e gostei do que li em sua resenha.Gostaria muito de ler o livro e assim que puder, vou procurar por ele para poder ler. Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  6. Que livro é este?!! Que estória emocionante e cativante!! A Sammie é uma guerreira, uma pessoa que sabe viver o momento, forte, determinada!! Fiquei super querendo ler este livro, conhecer os personagens, saber como termina esta estória. Sem dúvida esta é uma narrativa inspiradora, principalmente para mim!! Gostaria muito de ler, apesar de saber que eu irei me emocionar muito!!

    ResponderExcluir

Hey, gostou da postagem?
Então deixe sua opinião/crítica/elogio aqui!
O Paradise Books agradece seu comentário, obrigado pela visita!
obs.: Não respondemos comentários em anônimo; Não é permitido o uso palavras ofensivas; Não compartilhamos livros, isso vai contra a política de direitos autorais.