#SetembroAmarelo + Sick Lit

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Hello Pessoal!!!

Alguns temas são realmente difíceis de ser abordados, o suicídio é um deles. O dia 10 de setembro é marcado como Dia Mundial da Prevenção do Suicídio, desde o ano de 2014,  e por isso acontece uma campanha mundial de conscientização sobre o tema. Durante todo o mês, a campanha Setembro Amarelo tem o objetivo de chamar atenção sobre o assunto, e como essa temática, no universo literário, é algo que me chama a atenção, resolvi indicar 5 livros que abordam o tema.



Esse é um assunto que muitas pessoas preferem não comentar, realmente existe um tabu ao redor do suicídio, mas esse tema aguça minha curiosidade! Sou Estranha .Não acredito que seja algo praticado por pessoas fracas, mas sim por pessoas corajosas que tomaram uma decisão e a levaram adiante. Em uma entrevista da autora Jennifer Niven, ela falou sobre sua preferência de não romantizar o tema, também acredito nisso, acho que é algo corajoso, mas também que essa não é a melhor saída independente dos problemas que temos.


Clique nas capas para conferir as resenhas completas.




A escola onde estuda Violet Markey e Theodore Finch possui uma torre e ambos estão lá em cima pensando em como seria pular e acabar com tudo. A garota perdeu sua irmã em um acidente de carro. Violet não entende o porque sua irmã se foi e ela tem que continuar vivendo. No seu calendário ela marca quantos dias faltam para terminar a escola e poder sair de sua cidade. Já Finch conta quantos dias está acordado, o garoto sofre de depressão e as vezes tem alguns "apagões", ele é chamado de aberração, o valentão, aquele que as pessoas nem notam quando passa alguns dias fora da escola, mas quando está sempre sofre bullying. Ele sempre pesquisa métodos de suicídio e fica pensando qual deles ele conseguirá levar até o fim. Dois jovens que não tinha nada que os aproximassem se encontram agora um apoiando o outro.

Você me faz feliz...
Você me faz especial...
Você me faz adorável...


Sete fitas cassete enviadas para a casa de uma pessoa lhe conta os acontecimentos que antecederam o suicídio de uma garota, as fitas foram enviadas para pessoas que de algum modo tem envolvimento nessa morte. Após escutá-las saberão os 13 porquês de Hannah Baker ter tirado a sua vida.
Olá, meninos e meninas. Quem fala aqui é Hannah Baker. Ao vivo e em estéreo. Sem promessa de retorno. Sem bis. E, desta vez, sem atender aos pedidos da plateia. Espero que vocês estejam prontos, porque vou contar aqui a história da minha vida. Mais especificamente, por que ela chegou ao fim. E, se estiver escutando estas fitas, você é um dos motivos.


“Eles ainda não entendem. Que estão esperando por aquele telefonema que mudará tudo. Que cada um vai acabar se sentindo como eu. Porque alguém que eles amam vai morrer. É uma das certezas mais cruéis da vida.” O Último Adeus



O livro inteiro se passa em um período de umas 36 horas. O dia começa e é o aniversário de Leonard Peacock de 18 anos. Os planos para seu aniversário são: Entregar quatro presentes para pessoas que ele considera importante, matar seu colega Asher Beal e se matar em seguida. Como ele mesmo diz: no final desse dia estarei morto.

"Você é diferente. E eu sou diferente também. Ser diferente é bom. Mas ser diferente é difícil. Acredite em mim, eu sei."

Hayden e Sam eram melhores amigos, sempre juntos na escola, na livraria, nos jogos online e sofriam bullying juntos também. Eles eram os Dork da escola. Hayden escolheu deixar essa vida e assim deixou também Sam sozinho. Sua única companheira é a Playlist que seu amigo lhe deixou junto de um bilhete.
Eu tinha escutado aquelas músicas sem parar nos últimos dias, tentando descobrir o que ele quis dizer com aquilo. Ouça. Você vai entender. O que eu deveria entender? Ele se matou e me deixou aqui sozinho...

Após seu pai ter assassinado Timothy Jackson, também conhecido como o queridinho e garoto prodígio da cidade, Aysel carrega dentro de si o medo e a culpa pelo ocorrido, o que alimenta seu anseio pelo suicídio. Ela se pergunta se conseguiria acabar com a sua vida.
"Depressão é como um peso que não se pode escapar. Ele esmaga você, faz até as menores coisas, tipo amarrar os tênis ou mastigar uma torrada, parecerem uma corrida de trinta quilômetros montanha acima. A depressão faz parte de você, esta nos ossos e no sangue. Se sei alguma coisa sobre isso, é o seguinte: É impossível escapar."

Os livros não estão em ordem preferência, mas meu preferido é Por Lugares Incríveis. O Último Adeus é uma aquisição recente que em breve pretendo ler. 

Agora irei deixar uma pequena playlist de músicas que curto e são motivadoras, além de abordarem o tema suicídio. Espero que gostem, elas são lindas!


Se você conhece algum livro que também fale sobre o suicídio me conta qual! :)

3 comentários :

  1. Oi Paula!!
    Estou querendo muito ler Por Lugares Incríveis e O Ultimo Adeus!!
    Já li Os 13 Porquês e gostei bastante, apesar de ter minhas objeções...
    A trama é muito interessante e importante, mas não me apeguei a nenhum personagem.
    Essa playlist tá lindíssima!!!
    Beijo.

    ResponderExcluir
  2. Por lugares incríveis. Se tem um livro que combina com essa campanha é esse aí. Tem tanto sentimento e mostra tanto do que o garoto passa. É triste demais e abre os olhos.
    Quero ler O último adeus. Parece ser muito bom.
    O de Meu coração e outros buracos negros comprei e estou pra ler, só não sei quando.
    O Perdão, Leonard Peacock também é muito bom. Outro que abre os olhos. Gostaria de ler esse Os 13 Porquês algum dia também. Acho que ele é muito bem feito.

    ResponderExcluir
  3. Eu comecei a ler Por Lugares Incríveis e já gostei da vibe da autora, fora que Finch é uma figura.

    ResponderExcluir

Hey, gostou da postagem?
Então deixe sua opinião/crítica/elogio aqui!
O Paradise Books agradece seu comentário, obrigado pela visita!
obs.: Não respondemos comentários em anônimo; Não é permitido o uso palavras ofensivas; Não compartilhamos livros, isso vai contra a política de direitos autorais.