Resenha: Qualquer Outro Lugar [Splintered #3] - A.G.Howard

terça-feira, 23 de agosto de 2016


Título: Qualquer Outro Lugar (Splintered #3)
Autor(a): A.G. Howard
Classificação: 4.5 [Skoob]
Páginas: 416
Editora: Novo Conceito
Gênero: Young Adult, Fantasia Urbana


Pode conter spoilers dos livros anteriores!

Alyssa sempre temeu a loucura de sua mãe, os sussurros das flores e insetos foi algo que ela sempre tentou ignorar, até o momento em que descobriu que o País das Maravilhas era real, e que em seu sangue era dividido entre seu lado mortal e intraterreno.
Após mergulhar em uma aventura no País das Maravilhas, ver os intraterrenos aparecendo no mundo mortal, e ter enfrentado novamente a Rainha Vermelha, ela agora tem um novo desafio nas mãos se quiser salvar sua família e as pessoas que ela ama, mergulhar no sombrio mundo de Qualquer Outro Lugar.



Cheguei ao desfecho de uma trilogia que arrebatou meu coração com expectativas bem altas, com todas as reviravoltas e o romance que a autora havia nos dado nos volumes anteriores, eu esperava ser surpreendida, e posso dizer que ela conseguiu me atingir tanto quanto Cassandra Clare em suas séries, e para quem me conhece, sabe que essa é uma alta comparação visto que sou muito fã de Tia Cassie. Um final cheio das tão esperadas respostas, e ainda recheado de surpresas sobre o futuro de nossos personagens, cada um deles guardava algum tipo de segredo, e tiveram papéis importantes no fim da série, trazendo a conclusão perfeita.

Jeb e Morfeu estão presos em Qualquer Outro Lugar - o mundo do outro lado do espelho, perigoso e cruel - a mãe de Alyssa está presa e sem saída no País das Maravilhas que se deteriora a cada momento, e a garota vai contar com a ajuda de seu pai e seu passado se quiser salvar a todos e ainda decidir a quem pertence o seu coração. Enfrentar tudo isso não vai ser fácil, e ela vai precisar usar de toda sua sagacidade e estratégia se quiser derrotar a Vermelha e assumir o seu lugar como rainha.

Mais uma vez a personagem se mostrou encantadora, e nesse livro finalmente compreendemos o motivo de tanta indecisão. Os triângulos amorosos são clichês desse gênero, mas a autora trabalhou os personagens de uma maneira tão incrível que no final me vi tão dividida quanto Alyssa, seu coração intraterreno é perfeito para Morfeu, com seu lado sombrio e louco pertencente ao submundo, seu lado humano é perfeito para a calmaria do mundo mortal e para Jeb, o seu cavaleiro fiel, e em meio a isso tudo a autora conseguiu encontrar o equilíbrio perfeito e dar um final que vai te deixar de queixo caído.

Dessa vez a história se ambienta no mundo fantástico, conhecemos as facetas e perigos de Qualquer Outro Lugar, e a autora conseguiu extrair o melhor de Lewis Carrol e de Tim Burton, e desenvolver algo totalmente singular e extraordinariamente bem criado. A trama é cheia de pormenores e informações, o livro é extenso e te prende a cada página ansiando pelas amarrações e respostas que ela fez de forma primorosa, como muitas autoras experientes não fariam (visto que essa é a primeira série que ela escreveu!). Mergulhamos na história com Alyssa, tentando resgatar os dois amores de sua vida, sua família e ainda salvar dois mundos da magia negra implantada pela Rainha Vermelha, e por isso ela vai contar com novos aliados e personagens que apareceram para abrilhantar a história.

Fui pega de surpresa com cada novidade que era revelada, adorei as batalhas, a magia e o romance, que ganhou um lugar de destaque no meu coração. Serei sempre #TEAMJEB, apesar de tudo sei reconhecer que o final foi totalmente perfeito, me agradou muito, mas ainda não me deixou satisfeita, confesso ter ficado com aquele gostinho de quero mais, e somente por isso não se tornou um dos meus favoritos da vida.

Alyssa poderosa é exatamente o que gostaria de ter visto mais nos outros livros, a maturidade que a protagonista ganhou ao longo da série foi maravilhosa e esse desenvolvimento nos levou a descobrir junto com ela o quanto ela poderia muito mais mesmo sozinha, fiquei orgulhosa e caí no choro no final, sinto que também cresci junto com ela. A maneira como ela aceitou e entrelaçou suas duas naturezas, a forma como ela estava disposta a fazer sacrifícios por amor ao seu povo, só mostrou o quanto ela nasceu para ser uma rainha.

Com o toque perfeito entre o imaginário e o real, e entre o macabro e o surpreendente, A.G. Howard concluiu Splintered de forma excepcional, preenchendo todas as nossas dúvidas, nos levando de volta ao País das Maravilhas reimaginado e nos apaixonando de maneira inovadora por personagens que já conhecíamos e amávamos. Se você já leu os outros livros da série, se prepare pra perder ainda mais o fôlego, e não acredite nessa capa, ela vai enganar você, todos eles vão. 

We can't leave Wonderland!


Sobre a Série:

Os três volumes foram publicados pela Editora Novo Conceito e temos um conteúdo extra. Em Untamed conhecemos 3 contos que narram situações relacionadas a série, um desses contos já saiu em formato ebook, A Mariposa no Espelho está disponível gratuitamente clicando aqui. Não temos notícias se a editora planeja publicar os outros contos ou a versão física do livro, vou torcer.


 


Um comentário :

  1. Oie
    Primeira vez aqui no blog e já curti muito. Tenho muita vontade de ler esses livros, mas é tanta leitura que ainda não me organizei para tal.
    Adorei o blog e pretendo voltar mais vezes por aqui.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Hey, gostou da postagem?
Então deixe sua opinião/crítica/elogio aqui!
O Paradise Books agradece seu comentário, obrigado pela visita!
obs.: Não respondemos comentários em anônimo; Não é permitido o uso palavras ofensivas; Não compartilhamos livros, isso vai contra a política de direitos autorais.