Resenha: Os Tambores do Outono [Outlander #04 Parte II] - Diana Gabaldon

domingo, 31 de julho de 2016


Título: Os Tambores do Outono - Outlander #04 Parte II
Autora: Diana Gabaldon
Classificação: 4.6 (Skoob)
Páginas: 469
Editora: Arqueiro
Gênero: Fantasia, Romance Histórico

Essa resenha contém spoilers dos livros anteriores.

Em Os Tambores do Outono - Parte II temos o livro mais focado em Brianna Randall e Roger Wakefield. Eles já foram introduzidos na trama da série desde o segundo livro, mas agora eles realmente irão ganhar mais destaque.

Será possível alterar o passado? 

Brianna Randall é a filha de Claire e Jamie, porém quando a enfermeira estava grávida ela voltou pelas pedras de Craigh Na Dun e viveu durante 20 anos com Frank Randall, seu primeiro marido, e a criança que ela trouxe no ventre apesar de ser de outro homem, Frank a criou e a amou como sua e lhe deu seu sobrenome. Depois da morte de Frank Claire contou para a menina toda a sua história, quem era seu verdadeiro pai. 

Claire ainda amava muito Jamie e foi a procura de um historiador para descobrir o que aconteceu com seu segundo marido depois da Batalha de Culloden. Roger Wakefield foi o historiador a lhe ajudar e durante esse período de pesquisa surgiu um grande encantamento entre ele e Brianna. Depois de Claire se decidir por atravessar novamente o círculo de pedras e ir atrás do seu verdadeiro amor, Brianna fica sem a mãe e sem a pessoa que conhecia como pai, sua curiosidade a respeito de seu pai biológico e a saudades da mãe a faz pesquisar a respeito do que aconteceu com eles e uma de suas descobertas a faz tentar mudar o passado.
Sim, talvez sim - murmurou, semicerrando os olhos para a chuva que batia no para-brisa. - Mas eu teria contado a minha intenção a você. Em nome de Deus, mulher... porque não me contou? 
~Roger Wakefield

Brianna foi atrás de seus pais e não contou para Roger, quando ele descobriu seu primeiro pensamento foi: Devo ir atrás dela!, mas não foi tão fácil ir atrás de sua amada. Ele contou com a ajuda de algumas anotações que tinha em mãos, elas eram da conhecida bruxa Geillis Duncan e também teve a ajuda de uma moça que dançava no círculo de pedras. Assim começava essa nova fase da Série Outlander
- Quero dizer que se eu fosse um homem desta época, e não da minha, nada me daria mais prazer do que descer o cinto nesse traseiro umas dez vezes.
~Roger Wakefield
Brianna é uma verdadeira Fraser, tão teimosa quanto seu pai. Uma jovem destemida que por amor a sua família passou por situações bem complicadas, mas não se deixou abater em nenhum momento. Roger é um personagem encantador, um cavalheiro. Seu amor por Brianna o motivou a passar pelas pedras de Craigh Na Dun e poder presenciar tudo aquilo que ele conhecia apenas por anotações foi uma grande alegria para ele. Um casal que me fez ficar ansiosa, roer as unhas e suspirar em vários momentos. Quem ama Claire e Jamie não precisa se preocupar, os dois não ficam sumidos em hora nenhuma durante a trama. ♡♡♡♡♡

A escrita de Diana é bem detalhada e a parte histórica dentro do livro é sensacional. O livro tem algumas partes mais lentas, mas nada que tenha me desmotivado durante a leitura. A narração acontece de duas formas, algumas partes em primeira pessoa por Claire e algumas partes em terceira pessoa falando de Brianna e Roger. Não tem nada avisando de quem será a narração em cada parte, tem capítulos que passa por mais de uma perspectiva/personagem, mas isso não me atrapalhou em nada. Assim que eu começava a leitura já conseguia saber de qual personagem seria. 

Terminei mais um livro dessa série que amo tanto super ansiosa para os próximos lançamentos. Espero que não demore muito e que em breve chegue a minha estante A Cruz de Fogo, quinto livro da Série Outlander.

Clicando nas capas abaixo você será direcionado para as resenhas anteriores.

            


     

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Hey, gostou da postagem?
Então deixe sua opinião/crítica/elogio aqui!
O Paradise Books agradece seu comentário, obrigado pela visita!
obs.: Não respondemos comentários em anônimo; Não é permitido o uso palavras ofensivas; Não compartilhamos livros, isso vai contra a política de direitos autorais.