Resenha: Arena 13 #01 - Joseph Delaney

domingo, 17 de julho de 2016


Título: Arena 13 #01
Autor: Joseph Delaney
Classificação: 3.7 (Skoob)
Páginas: 320
Editora: Bertrand
Gênero: Distopia, Fantasia, Young Adult



Existem 13 Arenas na cidade de Gideen, mas a arena mais famosa é a de número 13. Lá é onde os verdadeiros combates são travados, onde o sangue é derramado.  Porém, todos aqueles que querem lutar nessa arena tem que saber que se alguma morte acontecer não existe culpado e que se o Hob aparecer e desafiar algum dos combatentes ele deve aceitar. Hob é um ser malévolo que amedronta os moradores de Gideen, quando ele luta com alguém, se a pessoa não é morta em combate ela é levada para suas terras e nunca mais é vista.

ARENA 13
REGRAS DE COMBATE
1. O objetivo dos combates na Arena 13 é cortar carne humana e derramar sangue. Combatentes humanos são os alvos.

As lutas na Arena 13 duram até o momento em que sangue é derramado. Existem lutas que vão até a morte - Ajuste de conta - algumas outras são mais leves, mas já sabemos quem é o vencedor, e o perdedor recebe um corte simbólico no braço. 
Existe dois tipos de combatentes: Min - Lutam atrás de um Lac, e os Mag - Lutam atrás de três Lacs.
Quem são os Lacs?
- Isso é um simulacro, mas todo mundo usa a abreviação "lac". É uma criatura moldada à imagem de um homem. A carne é semelhante à nossa: ela sangra quando cortada e se machuca quando golpeada, mas a mente é muito diferente. Ela não é consciente como as nossas.

Alguns perdem a vida, outros, a alma.



Lief tem um grande sonho que é ser combatente da Arena 13, o garoto perdeu sua família e busca vingança. Ele ganhou um bilhete para ser participante da arena e se vê mais próximo de alcançar seu sonho, mas primeiro ele tem que arrumar um treinador e passar pelo TD (Torneio de Discípulos). Na cidade de Gideen ele procura Tyron, que é considerado o melhor treinador do local, então Lief consegue ser um dos discípulos de Tyron e nesse momento começa a trilhar seu caminho. 
- Mas eu e  você sabemos mais do que isso, né, rapaz? Ambos sabemos onde a lenda acaba e a vida do homem continua.
Eu gostei muito da personalidade de Lief, ele foi atrás de seu sonho e nada o impedia. Ele tinha seus medos e receios, mas nada disso o fez ficar paralisado, ele realmente lutou! Tyron apesar de no começo eu não ter me simpatizado muito com ele, posso dizer que durante a leitura me ganhou, adoro personagens sábios e teve uma frase dele no livro que me encantou.  Ele tem duas filhas e a que aparece mais é a Kwin, a garota quer ser combatente da Arena 13, mas as mulheres não são aceitas. Joseph criou uma personagem super forte e rebelde, as vezes eu achei um pouco forçada as atitudes dela, mas ainda sim, gostei muito da presença da garota na trama. 

O universo criado por Joseph foi um pouco confuso para mim, eu me vi perdida várias vezes durante a leitura tentando descobrir o que alguns termos usado significavam, pois eram bem complexos ao meu ver. Em alguns momentos eu apenas segui a leitura acreditando que mais pra frente eu conseguiria me familiarizar melhor com a história, e consegui! No começo do livro tem a explicação das regras da arena e no final tem um glossário, que foram interessantes para se consultar e gerar alguns esclarecimentos.

Por causa do termos criados e essa minha dificuldade, eu li uns 70% do livro achando ele bem mediano, mas alguns acontecimentos do final me surpreenderam e elevou a nota de Arena 13. Minhas amigas sabem que eu amo muita violência nos livros, e que não reclamo de autores assassinos, mas apesar de toda a imagem de sangue que o livro fala, eu não achei que o livro teve o suficiente. Haha' Joseph Delaney também é o autor de As Aventuras do Caça-Feitiços.



Pra quem curte Fantasia Épica Romana esse livro é uma ótima opção. Arena 13 é uma trilogia, o primeiro volume saiu na gringa ano passado e o segundo saiu esse mês. A primeira capa foi a mesma que lá de fora e então deixo pra vocês a imagem da próxima capa.


4 comentários :

  1. Oi, Paula!!

    Eu ganhei esse livro mês passado, mas ainda não consegui lê-lo.
    Fico feliz em saber que o fim melhora bem a história apesar de uma boa parte ser mediana.
    Já estou curiosa para saber o que acontece! Hahahaha

    Mas não estou na vibe sangrenta ainda, talvez depois de ler um livro bem bobinho possa pegar esse e me divertir mais! Hahaha

    Bjs

    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá! Ganhei esse livro no evento de 3 anos do Clube do Livro, mas não pude ler ainda - até porque meu namorado já disse que ele quem lê primeiro! hahaha
    Não sei se faz muito o meu estilo de leitura, mas com certeza darei uma oportunidade.
    Gislaine | Paraíso da Leitura

    ResponderExcluir
  3. Oi Paula! Conheci esse livro do evento do Mochilão da Record, e estou super curiosa para lê-lo. Me preocupa um pouco a questão dos termos complicados no livro, detesto ficar perdida em uma leitura, sem entender as palavras haha!
    Mas se você diz que melhora, vou acreditar!

    Beijos,
    Ana | Blog Entre Páginas
    www.entrepaginas.com.br

    ResponderExcluir
  4. Nossa, eu no geral nao gostei nadinha desse livro.
    Achei o Hob ridiculo e nem deu medo.
    O protagonista foi muito fraco tb e nem teve muitas misterios nem nada.
    Talvez os proximos sejam melhores, mas eu dei nota 2 no skoob e sinceramente nao leria o proximo.

    ResponderExcluir

Hey, gostou da postagem?
Então deixe sua opinião/crítica/elogio aqui!
O Paradise Books agradece seu comentário, obrigado pela visita!
obs.: Não respondemos comentários em anônimo; Não é permitido o uso palavras ofensivas; Não compartilhamos livros, isso vai contra a política de direitos autorais.