Resenha: Manhã de Núpcias [Os Hathaways #04] - Lisa Kleypas

quarta-feira, 4 de maio de 2016


Título: Manhã de Núpcias (Os Hathaways #04)
Autor(a): Lisa Kleypas
Classificação: 4.5[ Skoob]
Páginas: 272
Editora: Arqueiro
Gênero: Romance de Época

Leo Hathaway viu a sorte lhe sorrir quando lorde Ramsay, um parente distante, veio a falecer deixando o título de visconde para ele. Sua família passava por um momento de dificuldade, mas agora as propriedades cresceram e frutificaram, e três de suas quatro irmãs estão muito bem casadas, possuem sua própria família deixando uma preocupação a menos para Leo. Ele é um libertino que sempre se gabou de sua liberdade e solteirisse, e está feliz assim, nunca pretende se enveredar pelos laços do matrimônio.
"Qualquer um que já leu um romance sabe que as governantas devem ser dóceis e submissas. Também devem ser caladas, servis e obedientes, isso sem mencionar respeitosas com o dono da casa. Leo -lorde Ramsay- ficou se perguntando, irritado, por que eles não tinham conseguido arranjar uma dessas. Em vez disso, a família Hathaway contratara Catherine Marks, que, em sua opinião, projetava uma imagem pouco lisonjeira à classe."
Quando a viúva do visconde falecido aparece, declarando querer se apossar da casa recentemente reformada pelos Hathaways, um longo processo vai começar a deixar Leo preocupado quanto ao seu futuro. Se o rapaz não tiver um filho ao término de cinco anos do recebimento do título de visconde, a casa pode sim ser tomada pela antiga viscondessa, mas Leo ainda não se vê preparado para um casamento, e vai fazer o impossível para que nunca venha a acontecer.

Catherine Marks é a governanta e tutora das jovens irmãs Poppy e Beatrix Hathaway, tem sido um prazer para a jovem garota, que nunca conheceu o verdadeiro significado de família, finalmente poder conhecer um pouco mais desse ambiente, principalmente de uma família tão unida quanto os Hathaways. Cath é jovem, determinada, inteligente, mas teve poucas oportunidades, e guarda muitos segredos sobre seu passado. Quando ela e Leo se conhecem, sentem imediatamente uma grande repulsa um pelo outro, ele não aceita as opiniões e reflexões de Catherine, ela por sua vez o odeia desde muito tempo por sua reputação, mas em meio a tantas discussões, brigas, e desentendimentos, uma atração vai surgir da irritação, e pode vir a ser a chave de salvação para toda a família.


Me empolguei no mês de fevereiro e acabei lendo muitos romances de época que estava ansiosa pra conhecer. Esse volume da série que conta sobre a família Hathaway foi um deles, e tendo me apaixonado completamente pelo volume e casal anterior, e sabendo do que esse se tratava, acabei criando altas expectativas para esse livro. No final do volume anterior, a autora já nos deu preâmbulos do que viria a seguir, como esse casal viria a se envolver e um enorme gancho para o desenvolvimento desse livro.

Apesar de ser um romance muito envolvente, e uma história um pouco mais dramática que os outros da série, achei que os personagens deixaram um pouco a desejar. Sempre enxerguei Leo como um homem que amava muito sua família e faria tudo por ela, mas ao mesmo tempo ele era mesmo um cafajeste, libertino e que prezava muito sua liberdade, que queria se divertir e gozar a vida, e ele deixou claro que não queria se apaixonar nunca mais depois de ter perdido o grande amor da sua vida para uma doença, mas que se isso viesse a acontecer, ele amaria com todo o seu coração e possessividade, e eu não vi isso acontecer. Apesar dos momentos bem quentes, esperava cenas um pouco mais divertidas desse personagem também, que sempre me fez rir nos outros volumes com sua falta de papas na língua.

Não consegui me identificar muito com a Cath, achei ela sem graça mesmo depois de descobrir mais sobre seu passado, tinha gostado dela como Srta. Marks nos outros volumes, mas quando vi a história focada na personagem não consegui me envolver, achei que o casal teve pouca química se comparado com os outros da série, e por isso talvez eu tenha achado o livro um pouco entediante.

A autora sempre aborda questões sociais e fatores comuns á época em seus romances. Preconceitos, diferenças de classes, padrões do século XVIII que são costumeiros nesse tipo de livro, e nesse volume não foi diferente, ela aborda com veemência os papéis da mulher, comportamentos que não eram aceitos, a necessidade de sempre colocar o decoro, a honra e um comportamento social inverossímil em primeiro lugar. Nos mostra como o machismo e o patriarcado possuíam raízes profundas no ambiente familiar que Catherine fora criada por sua avó, que chega a alegar para a garota que ela não tem escolha, que até mesmo dentro de um casamento as mulheres são prostitutas, que o matrimônio é apenas uma faxada para acobertar as facetas do que as mulheres precisavam enfrentar dentro de seus relacionamentos, e foi exatamente isso que me ganhou nesse livro. De uma maneira densa e profunda a autora nos mostra como era esse papel da mulher, humilhante, sofrido, desesperado, e eu me senti realmente tocada, porque o feminismo é uma questão muito importante pra mim.

Muito mais que o romance, esse livro é um desabafo social também, e trata além da condição da mulher de classes inferiores e sem grandes perspectivas, mas também do poder redentor do amor e a maneira como pode impactar a vida das pessoas.

Sobre a Série:

A série já tem todos os seus livros publicados no Brasil através da Editora Arqueiro, e temos ainda um conto que descreve alguns fatos do casal do segundo livro Win e Merripen, que foi publicado apenas em ebook.

1- Desejo à Meia-Noite | 2- Sedução ao Amanhecer | 2.5- Casamento Hathaway | 
3- Tentação ao Pôr do Sol| 4- Manhã de Núpcias | 5- Paixão ao Entardecer

   
  




Clicando no banner você participa do nosso sorteio contendo vários títulos de Romances de Época inesquecíveis!

12 comentários :

  1. Tô apaixonada por essas capas *-*
    Preciso dessa série

    ResponderExcluir
  2. Eu amo essa série, amo essas capas e amo os personagens!
    Acho a escrita da autora maravilhosa,todos os livros te prende e adoro como ela aborda os temas.
    Manhã de Nupcias foi o único que eu não gostei tanto porém isso não tira o fato de ser muito bom.

    ResponderExcluir
  3. Já li todos da série. Dei quatro estrelas para os 4 primeiros,e ainda acho que fui generosa, são engraçadinhos e fofos mas nada lá muito bons não, o último e quinto achei bem sem gracinha, especialmente por ser o fechamento da série, merecia mais. massss como não foi PÉSSIMO dei 3 estrelas;
    Nesse estilo prefiro a Julia Quinn. Essa sim sabe me fazer suspirar kkkkkk adoro <3

    ResponderExcluir
  4. Eu gostei de uns pontos do livro e de outros não. Na verdade eu me irritei que eles só pensavam em sexo kkkkkkkkkk. Tb achei entediante em alguns momnentos. Gostava da postura dela de antes e depois ela ficou tão "donzela em perigo"....Mas curti a leitura como um todo, pois também gosto muito dessa autora.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Essa é uma serie que quero muito ler, gosto muito dos romances de época e já ouvi muitos comentários positivos sobre Os Hathaways, gostei da historia que parece ser interessante, mas quando vemos um personagem tantas vezes quando chego o seu livro acabamos com altas expectativas, mas acontece muitas vezes de acabamos nos decepcionante mas ainda quero ler essa serie !!

    ResponderExcluir
  6. Olá!

    Eu to louca pra ler essa série! Romance de epoca é tão legal, as capas são tão lindas! <3
    Acho muito legal tratar sobre essa questão social também.. A mulheres ainda hoje sofrem com a discriminação.. Só de pensar que antigamente era pior, me corta o coração!

    ResponderExcluir
  7. Esse ta na minha lista de prioridades (rs), tenho que me jogar em uma maratona de romances de época, pq já tenho varias pra começar. Essa da Lisa Kleypas ta completa, a da Julia Quinn só falta mais um e ainda tem a da Sarah McLean que tb já completei. Quem sabe não me animo pra maio.

    ResponderExcluir
  8. Eu amo romances de época e adoro a escrita da Lisa. Dessa série eu já li os dois primeiros e mal posso esperar para ler os próximos. É uma pena que os casal da vez não tenha te convencido tanto assim, mas eu ainda estou empolgada para ler e espero fazer isso em breve.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Sem duvidas nenhuma Os Hathaways para mim são os melhores romances de época.
    Gostei bastante do romance de Leo e Cat mas achei ela um pouco sem graça tambem, mas fiquei muito apaixonada pelo Leo kkkk entao para mim isso já vale. Eu meio que gosto desses romances que eles ainda não sabem que se gostam, ate que se pegam kkk.
    Adorei sua resenha ^^

    ResponderExcluir
  10. Oi, Carla!!

    Os livros da Lisa Kleypas são alguns dos meus favoritos no gênero!! <3
    Eu adorei a forma como o Leo foi desenvolvido ao longo dos livros. Acho que ele se tornou um dos meus favoritos. É claro que o Cam é muito mais carismático, mas mesmo assim eu gostei muuuuito do livro. Hahahaha

    Bjs

    livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Olá Carlitxa !

    Adorei a sua resenha sobre os Hathways, e devo lhe confessar que tinha um receio em ler essa série, mas após sua resenha fiquei bem curiosa sobre a obra. mesmo os personagens sendo um pouco difíceis, mas acho que pode ser uma boa história.

    Assim que eu ler lhe conto melhor sobre a obra.
    Beijos
    Pausa Para Um Livro

    ResponderExcluir
  12. Adoro romances de época <3
    Os Bridgertons são meus amorzinhos e vejo que essa série dos Hathaways parece muito boa e que irei gostar. Mesmo com comentários não tão bons em alguns aspectos, sempre fico presa até a última página!
    Mal posso esperar por uma oportunidade para lê-los *O*

    ResponderExcluir

Hey, gostou da postagem?
Então deixe sua opinião/crítica/elogio aqui!
O Paradise Books agradece seu comentário, obrigado pela visita!
obs.: Não respondemos comentários em anônimo; Não é permitido o uso palavras ofensivas; Não compartilhamos livros, isso vai contra a política de direitos autorais.