Resenha: Scarlet [Crônicas Lunares #02] - Marissa Meyer

quarta-feira, 2 de março de 2016


Título: Scarlet [Crônicas Lunares #02]
Autor(a): Marissa Meyer
Classificação: 4.4 [Skoob]
Páginas: 480
Editora: Rocco Jovens Leitores
Gênero: Distopia, Ficção Científica, Fantasia


No segundo volume da série Crônicas Lunares, Marissa Meyer nos trouxe novos personagens para complementar uma história que já teve todo seu embasamento no primeiro livro, Cinder.
Scarlet mora com sua avó desde que se lembra, e a quinze dias, desde que prestara queixa sobre seu desaparecimento, a polícia continua afirmando não ter informações e o caso está sendo arquivado. A avó sumiu sem deixar explicações, mas a garota encontrou o chip de identificação dela em seu quarto, ainda sujo de sangue da remoção da pele. Apesar de seus esforços para continuar vivendo sua vida normalmente e manter a fazenda onde elas vivem, ela precisa urgentemente tomar uma atitude que a leve a encontrar a avó. Ela sabe da garota ciborgue que fugiu na prisão e está sendo procurada, e após fazer uma de suas entregas da noite, Scarlet conhece Lobo, um homem intimidante e misterioso de quem ela suspeita ter algum envolvimento com sua avó, ela só não sabia o quanto as vidas deles iriam se interligar, muito menos que se envolveria com uma fugitiva mundial.

Em toda Terra e em Luna, não se comenta sobre outro assunto além da fuga de Lihn Cinder da prisão. A Ciborgue que enfrentara a rainha lunar Levana em um baile público, agora estava sendo procurada na Terra e em planetas adjacentes, mas ela parece sempre conseguir se esquivar do governo. Kai por sua vez, agora que se tornou o imperador precisa manter a paz e uma das exigências para que Levana não invada a Terra com seu exército lunar é entregar-lhe Cinder. Kai não consegue acreditar que ela o tenha enganado de maneira tão suja, logo ele que tinha se envolvido com a garota quase sem questionar. Entre a cruz e a espada, Kai precisa tomar decisões importantes, e uma delas inclui a cura para letumose que vem assolando a Terra, antídoto que está em poder dos lunares e que faz com que a Terra seja cada vez mais facilmente manipulada pela rainha maldosa, a carta que Levana tem na mão pode levá-la a ascensão, não apenas a rainha lunar, mas imperadora mundial, ela só não contava com Cinder e com os aliados que ela encontrou pelo caminho.


No segundo volume dessa série incrível que ganhou o mundo, a autora nos trás novos fatos pra complementar o primeiro volume que por si só já era maravilhoso. Fiquei curiosa quando soube que esse segundo volume seria focado em outra personagem, pensei que não continuaria a conhecer a história de Cinder, e estava completamente ansiosa, depois do final eletrizante do primeiro! Um fato muito interessante que precisa ser mencionado é que em cada um dos livros, a autora nos conta a releitura de um conto de fadas, em Cinder a história era inspirada na Cinderela, e em Scarlet enxergamos claramente as nuances de Chapeuzinho Vermelho.

Apesar da história ser contada em terceira pessoa (e com esmero), cada capítulo é revezado entre o ponto de vista de um personagem, isso foi muito importante na construção da trama, porque apesar de termos uma protagonista, todos os outros tem papéis importantes, e como eles se encontram separados em vários momentos do livro, conseguimos captar melhor a história, nos envolvermos muito mais e ficamos cada vez mais ansiosos pelos encontros.

Cinder está fugindo, e vamos viver essa aventura com ela dentro da nave do capitão Thorne, um personagem muito irreverente e divertido que vai ser essencial nesse volume, fiquei assustada com a possibilidade de um triângulo amoroso, que logo foi absorvido por novas revelações da autora que me deixaram sem fôlego! Não apenas um casal, mas quatro! Cada relacionamento construído em um dos livros, que me fizeram dar suspiros e ter ataques de fangirl, por motivos de amar um ship! HAHA

Diferente de Cinder, que nunca se imaginou nada além de uma garota modificada, Scarlet é corajosa e impetuosa, ela tem a rebeldia no sangue e na cabeça, com seus cabelos vermelhos voluptuosos, e ela vai fazer de tudo pra proteger sua avó e sua família. Ao longo do caminho que precisará percorrer, Lobo vai se mostrar o seu aliado, ele é um lutador de rua, sombrio e inquieto, carrega no olhar os sofrimentos pelos quais já passou, e Scarlet vai se ver aos poucos desvendando os mistérios de um homem marcado pelo sofrimento. Esse casal é de tirar o fôlego, e me fez ficar nervosa e ansiosa, com todas as reviravoltas que a autora inseriu no livro, você não consegue largar as páginas.

Em meio a uma guerra iminente, rumores que a princesa desaparecida foi encontrada, fugas mirabolantes, toques de romance, irreverência, e uma trama muito bem construída e amarrada envolvendo ainda os conceitos políticos muito bem desenvolvidos, Marissa Meyer nos dá um novo conceito de Distopia e Fantasia, misturando o clássico e o contemporâneo de maneira sucinta, coerente e muito mais do que envolvente.


Sobre a Série:

No Brasil é publicada pela Editora Rocco, que manteve as capas originais e me deixou super feliz. São quatro volumes, por aqui por enquanto só temos os três primeiros. Temos mais dois livros extras, em "Fairest" conhecemos a história da perversa rainha Levana, e em "Stars Above" temos a reunião de vários contos do universo de Crônicas Lunares envolvendo diversos personagens, e espero que a editora publique essas versões também!

1- Cinder | 2- Scarlet |3- Cress | 3.5 Fairest | 4- Winter | Extra: Stars Above


   

22489107 25689074

Outras Capas Internacionais:

   

15 comentários :

  1. Fiquei bestificada com o quanto a-m-e-i esse livro. É demais! O primeiro foi muito bom, mas deu ideia do que viria e esse foi de tirar o fôlego de tão desesperador que foi de ler. A trama cresce, novos personagens e muito mais ação e coisas acontecendo e releituras loucas e..e...e.. Respira. É bom demais. Ansiosa pra conferir esses próximos e que lancem rapidinho aqui!
    Ps: capas lindas essas, não? Muito bonitas as de outros países *-*

    ResponderExcluir
  2. Só li o primeiro mas gostei muito da releitura e estou louca para ter todos esses livros, a história é muito boa, espero poder ler em breve, ainda bem que a editora publicou com as mesmas capas são muito lindas.

    ResponderExcluir
  3. Oi Carla, espero que não demorem para a publicação do último volume, pois não vejo a hora de começar a leitura. Muito bom saber que a série mantém o nível neste seu segundo volume.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  4. Oii meninas! Os três primeiros eu já li alguns capítulos pois minha amiga possui eles. Eu gostei de história é atraente e te deixa curiosa em certos momentos ! Gostei também das capas bem elaboradas kkkk . Esperando ler os próximos!! Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá.... Tenho ouvido falar muito bem desta série... Quanto mais leio sobre ela, mais tenho vontade de ter os livros nas mãos para poder lê-los... Amei a resenha!!!! Beijinhos...

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Não conhecia! E fiquei encantada com as capas, lindas!!!
    E pela sua resenha parece ótima a história, hiper curiosa para ler e saber da avó, mas primeiro preciso ler o primeiro, para poder entender, vou dá uma pesquisada!
    Um super bjo!

    Alê - Bordados e Crochê
    Facebook
    Twitter
    Instagram

    ResponderExcluir
  7. Adoro livros com essas capas maravilhosas, como esse, isso por si só já chama atenção do leitor. Primeiro que esse livro e diferente do que tenho costume de ler, e como já vi muita gente elogiando a leitura desses livros, dei uma atenção especial para essa resenha, a trama me pareceu ser bem cativante, envolvente, e bem construída, e isso e um grande ponto positivo, espero ter a oportunidade de lê-los.

    ResponderExcluir
  8. Apesar de não ser muito fã de distopia, tô louca pra ler essa série. Provavelmente porque são releituras de contos de fadas e eu adoro ♥ Mas vou esperar lançar o último pra me jogar com tudo na leitura. As capas da Rocco são lindas, mas essa capa da Planeta ficou maravilhosa.

    ResponderExcluir
  9. Carla!
    Gostaria muito de acompanhar toda fuga de Cinder e todo desenrolar da história.
    As capas são belíssimas!
    “Um amor, uma carreira, uma revolução: outras tantas coisas que se começam sem saber como acabarão.” (Jean-Paul Sartre)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de março com 4 livros 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  10. Nunca lí a série :(.mas pela resenha gostei bastante principalmente das capas que são maravilhosas, pela resenha parece uma reescrita das historias ,um conto moderno,onde tem ciborgue,capitão,um lobo lutador ...gostei mesmo ,principalmente da Cinder que na resenha fala bastante dela

    ResponderExcluir
  11. Oi, Carla!

    Ainda não li essa série. Embora sempre tenha achado as capas maravilhosas, algumas amigas não recomendaram muito os livros e acabei deixando passar.
    Uma pena pelo que vejo pela sua resenha.
    Fiquei intrigada com a história e tentar correr atrás do primeiro livro. Hehehe

    Bjs

    livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Eu tenho o primeiro livo desta crônica, porém não li ainda!! Mas pelas capas dos livros, e lendo a resenha agora, a estória parece ser boa!!

    ResponderExcluir
  13. Oi!
    Gosto muito das releituras dos contos de fadas e essa foi uma das mais diferentes que vi, assim que li a resenha do primeiro livro fiquei muito curiosa para ler e com essa não foi diferente, gostei muito da historia e ela já está na minha lista de leitura !!

    ResponderExcluir
  14. Oláááá! Eu também adorei Cinder e tipo o final foi maravilhosos! Todos os livros de contos de fadas me encantam. Esse segundo livro eu também gostei muito. Eu amo a chapeuzinho Vermelho. E eu amo a capa desses livros. É tão mágico.

    ResponderExcluir

Hey, gostou da postagem?
Então deixe sua opinião/crítica/elogio aqui!
O Paradise Books agradece seu comentário, obrigado pela visita!
obs.: Não respondemos comentários em anônimo; Não é permitido o uso palavras ofensivas; Não compartilhamos livros, isso vai contra a política de direitos autorais.