Cinquenta Tons de Verdades Secretas

quinta-feira, 25 de junho de 2015


O post de hoje é um pouco diferente, vocês sabem que as vezes eu tenho esses devaneios e sinto a necessidade de compartilhar opiniões sobre determinados temas que estão em alta, ou que são polêmicos, e decidi então falar sobre o universo dos romances adultos hoje.

Recentemente a novela "Vidas Secretas" de Walcyr Carrasco estreou na rede globo. No primeiro momento já observamos que seria uma novela para um público adulto e especifico, principalmente pelo horário de exibição do programa. A premissa da trama me interessou muito, por abordar temas deixados constantemente de lado pela nossa sociedade. A nossa mocinha Arlete (Camila Queiroz), ou Angel como é conhecida no meio artistico, se mudou recentemente com a mãe, a garota tem dezesseis anos, ingenua, veio do interior e além do desejo de ajudar a família, ela também almeja o sonho de ser modelo, e logo nos primeiro capítulos ela já entra para o casting de uma agência renomada. A New Face conquista logo de cara a atenção de Alex (Rodrigo Lombardi), multimilionário e dono de fábricas de tecido, além de lindo e mais velho do que o tipo de homem com quem a garota está acostumada a se relacionar. Angel começa a conhecer o lado obscuro do mundo da moda quando lhe é proposto fazer parte do "book rosa", a vida de modelo é apenas fachada, o que realmente trás dinheiro é a vida de garota de programa/acompanhante, dinheiro que a garota realmente precisa para ajudar sua família. Em toda sua ingenuidade, seduzida pelas promessas de felicidade de Alex, a garota começa a se envolver num relacionamento ardente com o galã, a partir daí já sabemos que muitas coisas vão se desenrolar.

Não é novidade que a rede globo gosta de ocasionalmente colocar no ar novelas e mini séries com conteúdo sexual mais explícito, isso nunca me incomodou, e se te incomoda, trocar de canal e desligar a tv são ações bem simples e 100% ao seu alcance. Mas é impossível não notar as diversas semelhanças dos episódios da trama com o best seller mundial "Cinquenta Tons de Cinza" de E.L.James, desde os primeiros episódios venho acompanhando os comentários dos telespectadores nas redes sociais, e eu mesma tenho visto cenas, ações, personagens e até mesmo falas extremamente parecidas com o que encontramos em Cinquenta Tons. 

O mercado fala por si só, e os números alcançados tanto pelos livros, quanto pelo filme de Cinquenta Tons também. As pessoas estão procurando entretenimento no conteúdo adulto, e não se sentem mais intimidadas pelo que os outros vão pensar disso, positivo ou negativo? Acredito que a sociedade tem a cada dia se libertado dos seus preconceitos e tabus, e essa liberdade chega também e principalmente para as mulheres que se sentem livres, para entrar numa livraria sem se sentirem constrangidas em adquirir um livro de ficção com conteúdo sexual. Acho válida a tentativa da globo de expor um material que não é muito falado, mas também é nítido que a tentativa de ganhar audiência e ainda mais dinheiro, não teve praticamente nada de original.

As atuações, a fotografia e a trilha sonora de Vidas Secretas estão incríveis! Efeitos e transição de cenas dignos de séries gringas renomadas, mas meu apelo ainda é para que o roteiro se torne mais original. Uma expiada nos livros de E.L.James, e em tantos outros best sellers que tem invadido as prateleiras principais de livrarias renomadas, vão te mostrar que o que está sendo exibido nas telas, já foi escrito, reescrito e trabalhado. Pequenas alterações em nomes de personagens, não mudam o fator principal de onde esse roteiro está vindo. Será que no mundo tecnológico de hoje, onde a informação consegue voar de um smartphone para outro em questão de segundos, nos deixou sem ideias para criar novos conteúdos e novas maneiras de atingir o público? Vamos continuar indo atrás do "que vende" e apenas reproduzir, ou seremos uma geração que busca inovação e novas formas de comunicação dessa liberdade de expressão? Deixe abaixo as suas impressões.

26 comentários :

  1. Ei Carla,
    adorei a colocação. Não vejo Verdades secretas, mas só porque acordo quase de madrugada, e a novela termina muito tarde, kkkk.
    Realmente, foi um acerto da Globo, aproveitar esse nicho crescente e fazer uma novela com a fórmula de sucesso dos nossos livrinhos hots, porém, tiro o chapéu para a coragem e ousadia da Globo de colocar uma protagonista menor de idade, porque geralmente, elas tem pelo menos 18 anos, kkkk
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bruna!
      Que bom que curtiu o texto. Também achei esse lance de ela ser menor um bom recurso, até mesmo pra mostrar sobre a exploração de menores (mesmo que nesse caso ela não tenha sido coagida), eu estou gostando da novela, só esperava mesmo mais inovação.
      Beijos

      Excluir
  2. Acho que a globo não é besta rs Eu não curto cinquenta tons mas sei que a jogada de marketing deles foi bem acertada porque o filme e a série fizeram muito sucesso. Acho lamentável que eles não ponham nem sequer uma mudança aqui acolá na história pra não ser uma cópia tão descarada mas...o pior é que vende. Eu prefiro algo de mais qualidade, original, literatura erótica de primeira mas gosto é gosto não é?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, fizeram o marketing da maneira certinha pra atender a grande massa que agora tem mais liberdade pra afirmar gostar do gênero. Também procuro algo com mais qualidade, não sei se podemos esperar isso da tv aberta né?
      Obrigada pela visita!
      Beijos

      Excluir
  3. Olá Carla, tudo bem? Muito bacana tua colocação... Esta evolução em relação ao assunto deixou de ser um assunto proibido atualmente, e por que será que ele não pode ser discutido/falado e lido pelas mulheres também. Precisou de uma iniciativa para a gente falar sobre o tema, para poder desencadear o "tabu" em torno dele. Li somente o primeiro livro da trilogia, por pura curiosidade em relação ao texto, mas confesso que não me agrada, mas pelo sucesso que este tipo de gênero tem feito, creio que muitas mulheres e homens acharam no gênero hot, algo que agrade a ser lido ou visto na TV. Fiquei impressionada com a quantidade de exemplares vendidos do livro na visão do Greey, isto é um pequeno resultado do sucesso do gênero. Em relação a minissérie, estou acompanhando por noticias mesmo ( por causa do horário) , mas ao invés das pessoas se chocarem com a crua realidade das modelos ( o verdadeiro mundo das passarelas, book rosa, os cuidados excessivos com o peso, o uso de drogas e bebidas...) estão focando e falando demais nas cenas se sexo, no que realmente importa. O que deve ser discutido é o que estas modelos(as) são submetidos, obrigados ou não, a conseguirem uma oportunidade, e não o bumbum, ou o seio de fora de uma atriz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Adorei o comentário. O fato de as pessoas se sentirem livres desses tabus antigamente impostos, e comprarem um livro do gênero sem pudor, pra mim é exatamente o ponto mais importante, as pessoas precisam desse tipo de liberdade certo?
      Tb acho que as pessoas precisavam ficar mais impactadas com as situações da novela do que com o sexo explicito, vejo que a emissora tenta atingir esse lado de uma maneira mais leve, e isso não causa o efeito necessário.
      Beijos

      Excluir
  4. Não tenho acompanhado Vidas Secretas, aliás, nem vi nenhum capítulo, mas acharia bem chato se tivesse esta semelhança toda como 50 Tons. Mas não seria a primeira nem a última vez de estarem pegando carona nisso.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, a verdade é que é tudo questão de marketing mesmo, e enquanto o assunto estiver em alta, alguém sempre vai pegar carona, porque vende né?
      Beijos

      Excluir
  5. Ainda não assisti Verdades Secretas, mais pelo horário mesmo, mas o tema está em alta e eu sou uma fã. No meu serviço todo mundo comenta e ainda tem gente que torce o nariz falando que é porno ou que a Globo caiu de nivel.
    A Globo foi esperta e aproveitou essa febre pelo universo hot, todo dia tem livro novo saindo e infelizmente falta originalidade em muitas delas.
    Acho que vou dar uma espiada na novela depois, hehe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tb sou fã Suzzy! Não tenho vergonha nenhuma de falar que curto literatura erótica. A novela tem me agradado, esperava um pouco mais de originalidade, mas o pano de fundo está muito bom, espero que o enredo melhore.
      Beijos

      Excluir
  6. Assisto Verdades Secretas e eu tive a mesma impressão! Ouvi até mesmo nas redes sociais que o Alex era o Sr. Grey brasileiro. E não vejo tanta diferença, como também não sou nada contra porque , mesmo tendo apenas interesse de atingir o publico, Verdades Secretas não é 100% igual e as novelas ou mini séries sempre tem aquele lada ruim que demora mais que os filmes para acabar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Mirian, todo mundo está comentando sobre isso. Estou gostando da trama, espero que o enredo melhore e tenha cliffhangers que nos deixe mais ansiosas, e que também sejam mais originais.
      Beijos

      Excluir
  7. Eu era muito mais noveleira quando criança, por incrível que pareça amava uma novela! Mas hoje em dia me dedico muito mais a séries gringas no quesito tv, principalmente pelo fator tempo: eu posso escolher quando assistir. Mas esse negócio de reproduzir o que já foi criado, mas com nome diferente ta aí aos montes e não só em meio a esse tema sexual, não. Uma pena, porque uma das coisas que mais me marcam em qualquer história é a originalidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tb gostava bastante quando era mais nova, hoje em dia prefiro livros ou seriados, então só estou assistindo essa porque gostei muito da divulgação e a trama me interessou.
      Acho que falta mesmo originalidade em geral na teledramaturgia nacional, vamos aguardar mudanças nesse quadro, quem sabe né?
      Beijos

      Excluir
  8. A verdade é que eu não assisto verdades secretas, não é uma novela que eu gosto, para dzer a verdade é muito dificil eu gostar de novela, no momento a unico que ando acompanhando é Malhação e I Love Paraisopolis, acho que a globo faz muito filme e novelas que se consentram muito em coisas sexuais e isso enjoa pois é tanta que eles te mais a originalidade

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A questão não é nem a atenção excessiva nas cenas de sexo, mas um diferencial no roteiro e trama em geral, eu acho que você pode ter um excelente roteiro mesmo com muitas cenas de sexo.
      Beijos

      Excluir
  9. Realmente faz muito tempo que não acompanho uma novela da globo, então nem tava sabendo disso até ler esse seu post. Concordo quando você diz que 50 Tons abriu espaço para livros do gênero, deixou de ser um tabu comprar e ler algo assim. Mas também acho que se a novela queria explorar esse lado, dava para ser um tantinho mais original, sem praticamente copiar descaradamente. Fica feio para a emissora, mesmo que ela lucre com isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mesmo que 50 tons não seja o melhor do gênero, ele abriu muitas portas e acho isso essencial para a liberdade de expressão em geral. O marketing quer aquilo que vende, então se aproveitaram, mas será que seria tão dificil ser mais original né? Vamos aguardar os proximos capitulos.

      Excluir
  10. Não curto esse gênero, mas tá muito em alta desde o sucesso de 50 tons de cinza, tanto o livro quanto o filme, essas minisséries da globo embarcam nessa onda e assisti um trecho já que todos estavam comentando, mas não gostei :c

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mirian!
      A trama eu estou curtindo, só achei que falta um pouco de originalidade.
      Obrigada pela visita.

      Excluir
  11. Eu comecei a assistir essa novela, mas viajei e acabei não assistindo mais nada. Eu gostei do começo, achei que o investimento da globo foi bem feito e realmente mui ta coisa da novela é parecida com 50 tons, mas 50 tons foi criado por causa de Crepúsculo então acho que tudo acaba sendo copiado nessa vida.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana, mas quando relacionamos Crepusculo com 50 tons, você consegue ver alguma coisa de um no outro? Acho que a unica coisa foi que quando se tratava de uma fanfic, os nomes dos personagens eram os mesmos de Crepusculo. Ser baseado numa obra, não quer dizer ser copiado né? Por isso meu apelo para a originalidade.
      Beijos

      Excluir
  12. Ei Carla!
    Não assisto a novela, nem leio livros do gênero, mas por todos os comentários que vejo nas redes sociais, e agora pelo seu texto, percebo que a originalidade tem passado longe desse ramo, não? Inclusive, é uma das coisas que me mantém afasta dos livros com conteúdo sexual como foco, o medo de ler apenas mais do mesmo, e não me surpreender com nada. Mesmo nos New Adult que tenho lido, os temas principais parecem variar pouco, infelizmente por todo lado se vê a repetição da fórmula que deu certo e alavanca as vendas. Aguardando ansiosa uma renovação do mercado editorial. Ótimo texto!
    Beijos!

    www.secaoreservada.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paula!
      Sei como é, o fato de não ter originalidade é justamente o que te afasta certo? Depois vou te indicar alguns, já que vc já comentou comigo que não leu nada do gênero, mas que tiveram pegadas diferentes e que foram realmente surpreendentes, eu acho que tem sim como variar mesmo mantendo detalhes pressupostos de existir no gênero.
      Obrigada!
      Beijos

      Excluir
  13. Nunca gostei de novela e nao.curto 50 tons de cinza .mas mercadk e mercado ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Naiara, é verdade, e se vende tanto, deve ter um motivo né?
      Obrigado pela visita.
      Beijos

      Excluir

Hey, gostou da postagem?
Então deixe sua opinião/crítica/elogio aqui!
O Paradise Books agradece seu comentário, obrigado pela visita!
obs.: Não respondemos comentários em anônimo; Não é permitido o uso palavras ofensivas; Não compartilhamos livros, isso vai contra a política de direitos autorais.