Resenha: Sem Esperança [Hopeless #02] - Colleen Hoover

sexta-feira, 29 de maio de 2015


Título: Sem Esperança (Hopeless #02)
Autora: Colleen Hoover
Classificação: 4.6 (Skoob)
Páginas: 320
Editora: Galera Record
Gênero: Romance Contemporâneo, New Adult
Resenha: Um Caso Perdido
CONTÉM SPOILERS DO PRIMEIRO LIVRO

'' Nunca olhei para as pessoas da mesma maneira depois daquilo. Nunca olhei para a natureza da mesma maneira. Nunca olhei para meu futuro da mesma maneira. As coisas deixaram de ter um significado, um propósito, uma razão, e simplesmente passaram a ser uma versão fajuta do que a vida deveria ser. De repente, meu mundo exuberante transformou-se numa xerox cinza e sem cor."

O remorso e a culpa tem assolado a vida de Dean Holder desde a morte de sua irmã. Ele não consegue compreender o que a levou a se suicidar e deixar toda a sua família completamente abalada. Apesar de amá-la, ele considera que a atitude de Less foi extremamente egoísta, e ele sabe que nada vai ser capaz de fazê-lo superar, até ele conhecer Sky, e recuperar todas as esperanças que um dia havia perdido. Atormentado desde a juventude, Holder desenvolveu uma personalidade agressiva, mas através de seu novo relacionamento com Sky, e redescobrindo o amor, talvez juntos eles finalmente encontrem redenção.



Vocês já estão cansados de saber o quanto eu sou apaixonada por essa autora! Colleen Hoover definitivamente coloca todas as suas emoções em cada nova página dos seus livros, e com cada peculiaridade dele, ela consegue alcançar um ponto novo a ser trabalhado dentro de nós, principalmente retratando tantos assuntos que são considerados tabus pela nossa sociedade. Eu esperava, que Sem Esperança, seria praticamente uma réplica do primeiro livro da série pelo ponto de vista do Holder (foi o que algumas resenhas me levaram a crer), mas de uma maneira totalmente diferente, compreendemos um outro lado da história, tão doloroso quanto o anterior, mas eu acho que pelo fato de eu já saber a maioria dos pormenores e não ter sido jogada no vendaval de emoções surpresas, o impacto foi um pouco menor, mas isso não muda o fato de eu ter amado tanto a leitura.

Conhecer Sky, sua vida e relembrar todo o sofrimento de seu passado no livro anterior foi tocante. Não consigo imaginar como é sofrer um trauma tão grande a ponto de seu subconsciente escondê-lo por completo na sua memória, isso foi uma das partes que mais mexeu comigo. Mas conhecer o lado de Holder, saber que ele enfrentou o desaparecimento de Hope, a morte de Less, a separação dos pais, as mudanças na personalidade, a culpa e a magoa, e em tudo isso ele estava sozinho, e ainda sim se mantendo forte, foi mais uma grande surpresa pra mim.
'' Não sei o que fazer. Sei que não consigo ficar perto dela nesse momento. Não dá de maneira alguma para ficar perto dela e fingir que está tudo bem. Mas também não posso contar a verdade de maneira alguma, pois o seu mundo viraria de cabeça para baixo.Não sei o que vai ser mais doloroso. Ficar longe para que ela não descubra ou contar a verdade e destruir totalmente a sua vida mais uma vez.''

Outro ponto extremamente positivo, foi o fato de Colleen não ter deixado de lado o desejo de Holder. Em muitos livros onde temos os capítulos revezados, as vezes nos perdemos entre o personagem masculino e o feminino, suas personalidades acabam se tornando uma só, e é fato que homens pensam de uma maneira completamente diferente das mulheres, e eu gostei de ver isso nas cenas íntimas dele com Sky, você conseguia compreender que existia sim um sentimento e uma conexão muito forte entre eles, mas sem deixar de lado a paixão que ele sentia por ela. Tudo isso foi trabalhado de uma maneira muito intensa, em cenas onde a tensão era sempre palpável e vocês esperava que a qualquer momento, algo ainda pior fosse acontecer com cada um deles.

Estou evitando dar muitas informações a respeito da trama real para evitar spoilers, mas esse é um livro que precisa ser lido somente por quem já leu "Um Caso Perdido" e está familiarizado com todos os detalhes e dramas da história. E mesmo tendo sido um livro escrito por um outro ponto de vista, Colleen consegue nos surpreender com alguns detalhes que passaram despercebidos a Sky no livro anterior, dessa maneira a história fica ainda mais completa e amarrada.


Sobre a série:

Publicada no Brasil pela Galera Record os livros são uma duologia e possuem um spin-off, que vai relatar a história de um outro casal que teve um certo destaque nos livros.
Finding Cinderella
será publicado em Setembro, em virtude da Bienal Rio 2015 e a vinda de Colleen Hoover ao Brasil.



13 comentários :

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Olha tenho que confessar que eu amei a sua resenha, porque estou doida para ler esse livro. Quero muito saber dos acontecimentos sobre o ponto de vista de Holder, mas infelizmente toda vez que vou comprar um livro acabo que deixando as continuações de lado. Mas eu não estou tão assim ansiosa para ler sabe? Mas gostei de tudo que você contou sobre a trama. Espero gostar bastante. =]

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/05/resenha-extraordinario.html

    ResponderExcluir
  3. Oi Calar, tudo bem?
    Amei sua resenha, quero muito comprar esse livro! Suas fotos também ficaram lindas, parabéns.
    Um beijo.
    Garota do Livro

    ResponderExcluir
  4. Hello!!
    Resenha muito boa e que deixou mais animada ainda de ler o livro.
    Não conheço a escrita da Colleen Hoover, mas já li em outros blogs elogiando muito bem.
    Apesar de não gostar qdo envolve suicídio, me interessei pela estória.
    Nossa, muito legal saber que ela vem ao Brasil!!! Tomara que eu tenha chance de um autógrafo!
    Bjus

    ResponderExcluir
  5. Adorei a resenha e admito nao estava nada animada pra lerv. Agora voltou pra lista dos talvez ^^

    ResponderExcluir
  6. Adorei a resenha e admito nao estava nada animada pra lerv. Agora voltou pra lista dos talvez ^^

    ResponderExcluir
  7. Pulando a resenha porque tem spoiles (obrigada por avisar!), então tudo o que posso dizer é que depois de todos os elogios que já vi à autora e a esses dois livros, preciso ler o quanto antes. Já estão na minha listinha.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Li Um caso perdido ano passado e foi uma das minhas melhores leituras do ano. Nunca tinha lido nada da Colleen e me apaixonei pela sua escrita, assim como pela história do livro. A história da Sky me emocionou muito, tanto que já adquiri Sem Esperança para conhecer a história sob o ponto de vista do Holder. Ele será minha próxima leitura, e espero gostar tanto quanto você, Carla.

    ResponderExcluir
  9. Não li nada da autora, mas quero ler esses livros.
    Adorei a foto mostrando as tattoos <3

    ResponderExcluir
  10. Esse livro é lindo demais o mneu preferido do autor, a historia me comoveu.

    ResponderExcluir
  11. Oi, adorei a resenha ficou muito boa, ele antes não estava na minha lista mas com essa resenha eu tenho que ler. Nunca li nem um livro do autor, esse será o primeiro, obrigado pela dica

    ResponderExcluir
  12. Quando li Um Caso Perdido eu me surpreendi tanto, mas tanto, que até estou com medo de ler Sem Esperança, porque sabe, não quero dizer adeus pra essa estória que me tocou lá no fundo a ponto de me fazer pensar no livro durante muito tempo. Sem Esperança ta na estante só esperando por mim. Tenho certeza que tudo o que eu senti enquanto lia Um Caso Perdido vai voltar triplicado quando ler Sem Esperança.
    E mal posso esperar pelo lançamento de Finding Cinderella, pra matar a saudade da Six <3

    ResponderExcluir
  13. Carla!
    Estou com esse livro aqui para leitura, mas nem sei quando poderei fazê-la.
    Adorei ler sua resenha porque pude ver o que poderei encontrar no livro, é que as sinopses por vezes são equivocadas.
    Obrigada.
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Hey, gostou da postagem?
Então deixe sua opinião/crítica/elogio aqui!
O Paradise Books agradece seu comentário, obrigado pela visita!
obs.: Não respondemos comentários em anônimo; Não é permitido o uso palavras ofensivas; Não compartilhamos livros, isso vai contra a política de direitos autorais.