Resenha: Se Joga - Nancy Levin

quarta-feira, 20 de maio de 2015


Título: Se Joga
Autora: Nancy Levin
Classificação: 3.8 (Skoob)
Páginas: 192
Editora: Gente
Gênero: Auto Ajuda

Olá, Gente!

Sabe quando você pega um livro nas mãos e não sabe o que esperar da leitura? Aconteceu isso comigo quando comecei a leitura de Se Joga da Nancy Levin.  Eu sabia que era um livro de auto ajuda, mas me surpreendi demais quando comecei a leitura e com ela veio um passo a passo do que deveria fazer para me jogar.
*Esse livro foi cedido em parceria com a Editora Gente.

Desde que fiz a solicitação desse livro sabia que ele era do gênero auto ajuda, mas ele conter um passo a passo me surpreendeu demais. Ele é muito parecido com um livro interativo (nunca concluí esse tipo de livro ler/fazer). Se joga tem partes que você deve escrever as coisas que quer mudar em sua vida aquelas que irão te fazer soltar as amarras.

Nancy passou por uma fase muito complicada de sua vida e decidiu focar nas coisas boas dessa experiência, todo o ensinamento que ela adquiriu ela compartilha por meio desse livro. Durante a leitura você vai descobrir o que aconteceu na vida dessa mulher e como ela superou tudo. Muitas das vezes nós nos prendemos as coisas fáceis, nossa zona de conforto, mas será que somos felizes desse jeito?
..."a vida não tem limites, exceto aqueles que você impõe".


Em dez passos Nancy apresenta maneiras de abranger nossos limites e deixar alguns medos para trás. Para conseguir alcançar algo que desejamos devemos começar com o primeiro passo e a partir desse momento estaremos nos aproximando mais de nossos objetivos. 
É no desconhecido que encontramos o mistério da vida. O desconhecido guarda o que desejamos, porque todos nós desejamos algo diferente. Portanto, não afaste o desconhecido.
Eu pensava que não vivia com amarras, mas depois dessa leitura descobri que tenho várias. Algumas partes do livro são bem diferentes da realidade que vivo, creio se eu tivesse feito essa leitura em uma outra fase de minha vida conseguiria tirar mais proveito dela. Foi uma leitura bem rápida, mas aconselho que quem vá fazer essa leitura faça com calma e que aproveite cada fase. Que anote tudo que a autora pede e reflita.

Não sou grande conhecedora dos livros desse gênero, mas achei bem interessante a maneira que esse foi escrita. Se procura algum livro de auto ajuda, eu diria que você tem que ler Se Joga! 

Até mais.

22 comentários :

  1. Olá Paula! Eu sempre ouvi falar deste livro, mas nunca pesquisei mais sobre ele. Eu não fazia ideia que era um livro de auto ajuda, mas pelos quotes e pela a sua resenha, deve ser um livro fantástico! Beijos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Camila.

      Que bom que curtiu a resenha e os quotes. Depois faça a leitura.

      Excluir
  2. Gosto bastante de livros desse tipo!
    Só em ler a resenha eu já percebi que tenho algumas amarras, sim. Principalmente aonde você escreveu "Muitas das vezes nós nos prendemos as coisas fáceis, nossa zona de conforto, mas será que somos felizes desse jeito?"
    Enfim, essa parece uma leitura bem proveitosa e inspiradora. Espero ter a oportunidade de ler.

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Kemy.

      Sempre achamos que estamos bem, mas nem sempre é assim. Esse livro vai te ajudar a ver várias coisas. Leia!

      Excluir
  3. Oi Paula, o livro é muito interessante pq é muito difícil sairmos da nossa zona de conforto e tentarmos coisas novas. Obrigada pela dica.
    Abç,
    Boo Nina
    http://www.rascunhocomcafe.com/2015/05/ate-voce-ser-minha-obsessao-pela.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nina.

      Esse é um excelente livro pra quem tem vontade de sair da zona de conforto. Eu indico.

      Excluir
  4. Nao curto esse tipo mas adorei a capa e o estilo desse acho show livros interrativos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Naiara.

      Entendo que não curta, eu arrisco essas leituras as vezes e tenho conseguido me surpreender.

      Excluir
  5. Nossa... Também nunca terminei esses livros interativos, acho chato e acabo fazendo de má vontade. Achei a capa linda, colorida e animada.
    Mas por ser de auto ajuda não me interessei. Mas a resenha está ótima, consegui entender a sua opinião... Uma pena q o livro não é pra mim.
    Bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Suzzy.

      Autoajuda realmente não chama a atenção de todos. Te entendo.

      Excluir
  6. Eu não curto auto ajuda, eu evito ler de todas as maneiras rsrsrs
    não acho uma leitura agradável sabe

    Mil beijocas
    ⋙ ♥ SORTEIO box Nicholas Sparks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Pepi.

      Se não acha agradável melhor nem arriscar.

      Excluir
  7. Oi Paulinha;
    Se joga! parece ser um livro interessante,apesar de nunca ter lido um livro do genero auto ajuda e não ter muito curiosidade em começar...kkkksó um pouquinho preconceituosa ... Mas quem sabe eu não me arrisque um dia ,né?Amei a resenha.
    Beijinho
    http://www.leituraseloucuras.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Rebeca.

      Posso te falar que eu tenho me surpreendido com os autoajuda que li. Depois arrisque algum.

      Excluir
  8. Auto Ajuda nunca foi o meu gênero favorito, e olha que já tentei algumas vezes, então é claro que fiquei com um pé atrás quando vi esse. Parece ser interessante, mas ainda assim não sei se me agradaria. De qualquer forma, vou dar uma olhada nele quando for até a livraria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Cecília..

      Me sentindo uma sortuda. Todos os autoajuda que li eu acabei curtindo. Talvez ainda não achou o seu.

      Excluir
  9. Auto ajuda não é um gênero que eu gosto, sabe? Na verdade nunca me empenhei em ler algo assim, mesmo tendo na estante.
    Apesar disso, eu acho que Se Joga! seria útil, porque parece ter uma proposta um tanto diferente do auto ajuda convencional...
    Acho que eu tenho preconceito com esse gênero rçrç

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Anelise.

      Várias pessoas tem esse preconceito com o gênero, mas depois arrisque a leitura. Quem sabe não se surpreenda.

      Excluir
  10. Não gosto de livros de auto ajuda, Paula. Sempre pulo essa sessão quando vou a uma livraria. Já conhecia esse livro e já ouvi muitos comentários positivos sobre ele. para quem é fã do gênero, deve valer a pena a leitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Amália.

      Entendo que isso de fugir de um gênero. Eu tento ler de tudo um pouco. Depois arrisque a leitura.

      Excluir
  11. Eu adoro essa capa, mas eu não leio auto ajuda, no momento estou lendo muito o genero de fantasia.

    ResponderExcluir
  12. Paula!
    Muitas pessoas não gostam do s livros que levam para o lado da auto ajuda.
    Já eu gosto porque sempre aprendemos algo e aqui no caso, imagino que a autora nos faz repensar sobre nossas atitudes, só isso já valeria a pena a leitura.
    “Os homens não desejam aquilo que fazem, mas os objetivos que os levam a fazer aquilo que fazem.”(Platão)
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Hey, gostou da postagem?
Então deixe sua opinião/crítica/elogio aqui!
O Paradise Books agradece seu comentário, obrigado pela visita!
obs.: Não respondemos comentários em anônimo; Não é permitido o uso palavras ofensivas; Não compartilhamos livros, isso vai contra a política de direitos autorais.