Resenha: Desaparecida - Catherine McKenzie

domingo, 7 de dezembro de 2014


Título: Desaparecida
Autor(a): Catherine McKenzie
Classificação: 3.8 Skoob
Páginas: 320
Editora: LeYa
Olá, Pessoas! *-*
Hoje irei falar do livro Desaparecida! Ele foi cedido ao blog em parceria com a Editora LeYa e eu logo me propus a fazer a leitura. Tinha lido algumas resenhas positivas a respeito do livro e estava muito animada com a leitura. 

"- (...) Quantas pessoas têm a chance de mudar algo importante em suas vidas sem se importar com as consequências?"


O livro nos conta a história de Emma Trupper, uma advogada bem sucedida. Ela tem 34 anos, um relacionamento que dá inveja aos amigos e está quase se tornando sócia da empresa onde trabalha. Uma vida bem tranquila vamos dizer, mas nem tudo é perfeito pra ela. Sua mãe está morrendo.
Após a morte de sua mãe ela descobre que o desejo dela era que Emma viajasse para a África pelo período de um mês. Deixou para sua filha uma passagem já comprada. A mulher fica indecisa se vai realmente cumprir o último desejo de sua mãe e se afastar de sua vida ou não.

Emma decide por atender o pedido de sua mãe e embarca para a África, seu namorado queria ir junto, mas ela decidiu encarar essa aventura sozinha. Só que essa viagem não sai como o planejado, ela fica doente logo quando chega e após alguns dias acontece um terremoto que deixa a vila onde ela estava totalmente sem comunicação com qualquer parte do mundo. Porém depois de 6 meses fora de sua cidade natal Emma regressa. Quando ela chega se depara com um homem morando em seu apartamento, seus cartões de crédito desativados e ela não entende porque, mas ela foi dada como morta. Dominic é o homem que mora em seu apartamento, ele é um fotografo. Como ela não tem pra onde ir pede a ele que a deixe passar alguns dias em sua casa. 
“Só poeira. É como se eu tivesse sido apagada. Transformada em cinzas.”

Então ela tem a sua segunda chance, podendo mudar a sua vida já que ela ficou praticamente 6 meses morta. Não tem mais apartamento, seu namorado seguiu em frente e a empresa onde trabalhava deu a sua vaga para sua inimiga, a vida seguiu seu rumo sem ela. A única pessoa que realmente não acreditou nisso foi sua melhor amiga Sthephanie, que assim que Emma volta descobre que ela foi para a África a sua procura.

A leitura do livro não tinha muitos pontos altos e apenas se seguia sem muito entusiasmo da minha parte. Não houve um romance - ROMANCE - para que eu torcesse por ele. Teve apenas Emma tentando voltar para a sua antiga vida e muito focada em seu trabalho. O que me deixou muito irritada, pois ela teve a chance de mudar sua vida, recomeçar tudo de novo, mas não o fez.

Quem me conquistou durante a leitura foi Stephanie. Uma garota super alto astral que tentava sempre tirar Emma de sua "vidinha".
Não sei se minhas expectativas eram altas para a leitura, mas o livro não conseguiu me conquistar. Acho que quem tiver interesse leia e quem sabe a leitura não seja mais prazerosa pra vocês do que foi pra mim. Eu pensei que o livro iria falar da África, mas teve pouco conteúdo a esse respeito.

Vou terminando aqui e deixo pra vocês a minha quote preferida do livro.
"Eu estava sentada à mesa, olhando para planta baixa da galeria em busca da resposta para o mistério do roubo do quadro. Tive uma súbita vontade de sussurrar o feitiço que Harry Potter usa para fazer as pessoas aparecerem no Mapa do Maroto: as palavras saíram da meus lábios assim que espetei a planta com a ponta da caneta. Como sou uma advogada e não uma bruxa, nada aconteceu."

22 comentários :

  1. No começo da resenha também achei que ia falar da vida dela na Africa e tal, mais teve pouco conteúdo mesmo.
    Mesmo assim o livro continua bom e para mim parece prazeroso ler-lo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Mirian.

      Que bom que curtiu, depois que ler me avise o que achou.

      Até mais,

      Excluir
  2. Capa: incrível
    Gostei da resenha, Paula. A princípio me parecia um livro cheio de reflexões e tal, aliás talvez tenha um propósito para esse desejo da mãe dela, mas enfim... tem livros que tem uma proposta legal mas são mal trabalhados, talvez seja o caso desse. Uma estória muito retilínea e sem nada de muito bom a oferecer.

    Beijos,
    Duas Leitoras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Kemi.

      Você falou tudo que eu senti durante a leitura. Tu me entendeu, mulher. <3

      Até mais.

      Excluir
  3. Eu ri do quote. HUAHAUHAUHAUAHUAHAUHAU
    Eu tinha visto o livro, e pela sinopse e a capa, pensei em lê-lo. Maaaas, pelo que entendi, a autora teve uma ideia boa, mas pelo jeito não soube desenvolver e tornar a história interessante, e isso é bem frustrante. :x
    espero que tenha mais sorte na próxima leitura, flor!

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Baby V.

      Saudades de você, mulher.
      Esse quote é muito legal. Quem não queria um Mapa do Maroto. >.< Li um ótimo livro depois, a resenha já está no ar.

      Beijos.

      Excluir
  4. Pelo que li na sua resenha, a história tinha tudo para ser legal, mas achei meio sem sentido uma pessoa ser dada como morta assim, do nada. A capa do livro é tão linda, mas não sei se tenho vontade de lê-lo =/.
    Amei a resenha. Beijos!

    http://olhardeumanerd.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey, Joyce.

      Tem um terremoto e ela fica incomunicável. Por isso e dada por morta. Arrisque, quem sabe não curte mais que eu.

      Até mais.

      Excluir
  5. Essa capa é linda demais! Porém não sei se leria o livro, gostei muito mesmo da resenha!

    Beijos!
    livrosdawis.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Wis.

      Que bom que curtiu a resenha, obrigado pela visita.

      Até mais.

      Excluir
  6. Oi Paula,
    Poxa que pena que o livro te decepcionou :/ Eu também tenho um certo problema para entender que às vezes a vida dá segundas chances às pessoas e elas só pensem no trabalho.

    Eu também não conheço muito sobre a África, seria legal que o livro pudesse nos levar até lá, essa falta de descrição me incomoda muito.Não sei se eu leria, especialmente depois da sua resenha.

    Beijos,
    Mari Siqueira
    http://loveloversblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mari.

      Eu fiquei bem irritada com isso, ela podia fazer tudo novo e voltou para a sua antiga "vidinha". Se fala tanto na viagem na sinopse que eu realmente pensei que teria mais destaque a África e nada, uma pena mesmo.

      Até mais.

      Excluir
  7. Tenho visto muitos comentários como o seu: Que esperavam muito e meio que se decepcionaram.
    Queria muito ler, mas a vontade morreu um pouquinho, confesso.

    Beijooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Teca. o//

      As vezes as sinopses falam uma coisa e o livro mostra outra, mas depois arrisque, quem sabe não aproveite mais que eu a leitura.

      Até mais.

      Excluir
  8. Oi Paula
    Realmente sempre que começo uma leitura cheia de expectativa eu me dou mal e concordo que nem sempre uma leitura ruim pra mim será ruim pra outra pessoa também.
    Eu ao contrario de vc (kkk) Adorei o livro, fiquei com muita raiva dela, mas depois eu pensei melhor e acho que a maioria das pessoas tem medo do novo e preferem o comodismo mesmo quado se tem a oportunidade de mudar. Dominic se mostrou promissor porem se apagou um pouco no decorrer da historia. Mas eu me apaixonei por ele em vários momentos, pra mim foi uma leitura que valeu muito a pena. Mas adorei a sua sinceridade na resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Adri. *-*

      Muito feliz de ver você por aqui. Cada um é cada um, né? Minha mãe que sempre fala: Imagina se todos gostassem da mesma coisa.
      Eu até que curti o Dominic, mas eles não deram foco a ele e aconteceu umas coisas bestas para os desencontro dos dois. Fiquei bem decepcionada mesmo com a leitura. >.<

      Beijos, flor.

      Excluir
  9. Você é a primeira pessoa que eu vejo que não adorou o livro Paula. Mas realmente, se ela tem a chance de mudar, de recomeçar sua vida e se preocupa com as mesmas coisas de antes é uma lição perdida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nathalia.

      Não acho que tenha que amar o livro porque foi cedido em parceria. >.<
      A mãe dela queria que ela saísse da sua rotina quando comprou a passagem e ela volta pra mesma coisa, muito chato isso.

      Até mais.

      Excluir
  10. Fiquei interessada neste livro quando o conheci durante a Bienal, mas infelizmente eu ainda não o li. Uma pena que você não gostou muito.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Rose.

      Realmente a leitura não funcionou muito bem comigo. Mas quem sabe você não aproveita mais a leitura.

      Beijos.

      Excluir
  11. Me chamou bastante atenção a capa e sua resenha . Apesar de não ter curtido o livro,eu penso em dar uma chance a ele,conseguiu me chamar um pouco a atenção e espero gostar dele .

    ResponderExcluir
  12. Olá, Gabriela.

    Tomara que aproveite a leitura mais que eu, quando ler me conte.

    Até mais.

    ResponderExcluir

Hey, gostou da postagem?
Então deixe sua opinião/crítica/elogio aqui!
O Paradise Books agradece seu comentário, obrigado pela visita!
obs.: Não respondemos comentários em anônimo; Não é permitido o uso palavras ofensivas; Não compartilhamos livros, isso vai contra a política de direitos autorais.