Resenha: Perdão, Leonard Peacock - Matthew Quick

sexta-feira, 3 de outubro de 2014


Título: Perdão, Leonard Peacock
Autor(a): Matthew Quick
Classificação: 4.2 (Skoob)
Páginas: 224
Editora: Intrínseca

Comprei esse livro por indicação, Vitor que tem escrito algumas resenhas aqui no Paradise, disse que se eu gosto de dramas e temas polêmicos deveria ler este livro. 

A chave é fazer algo que marque você para sempre 
na memória das pessoas comuns.
Algo que importe.


O livro inteiro se passa em um período de umas 36 horas. O dia começa e é o aniversário de Leonard Peacock de 18 anos. Os planos para seu aniversário são: Entregar quatro presentes para pessoas que ele considera importante, matar seu colega Asher Beal e se matar em seguida. Como ele mesmo diz: no final desse dia estarei morto.

Leonard é um jovem incomum e o que mais gostei nele foi por ele se perguntar porque ser um adulto, se a maioria dos que ele conhece são infelizes com a vida que leva. Ele tem a mania de as vezes matar aula e ficar observando os adultos no metrô, o que for mais triste ele o segue de perto até o trabalho e fica tentando lhe transmitir pensamentos do tipo: Não vá para seu emprego hoje, tome um sorvete, faça algo que realmente lhe deixe feliz. Uma fato que o intriga muito é que muitos adultos não estão tristes apenas por ir ao trabalho, mas também por ter que voltar para sua casa.
"- Como disse antes, eu esperava estar errado, esperava descobrir que a vida fica melhor para algumas pessoas quando elas envelhecem, e que até os mais infelizes, como você e eu, poderiam ser capazes de gostar de ao menos algum aspecto da vida adulta." 
Ele é um garoto solitário, seu pai se foi e sua mãe Linda se preocupa mais com seu trabalho e seu novo namorado que com o próprio filho. Gosto muitos de personagens que questionam as coisas e não apenas as aceita, Leonard a todo momento está fazendo isso. Ele é um jovem muito observador.
Asher por um tempo foi amigo dele, mas algo aconteceu e essa amizade já não existe mais. Matthew não nos conta de cara quais são as motivações de Leonard para querer matar Asher, mas quando descobrimos ficamos torcendo pra que isso aconteça logo e que no fim do dia Leonard ainda esteja vivo.

Os seus presente são para: Walter, seu amigo idoso e meio surdo com o qual compartilha o gosto pelos filmes de Borgat. Baback, um aluno de sua escola que toca violino. Lauren, uma católica devota e Herr Silverman, seu professor favorito na escola.
"- Porque você está me dando isso?
- Bem, por uma porção de motivos. A maioria eu realmente não consigo explicar direito. É por isso que as pessoas dão presentes, certo? Porque não sabem como se expressar em palavras, então dão presentes para expressar simbolicamente seus sentimentos."
Não espere encontrar um perfil de assassino em Leonard, ele é apenas um jovem que não se adaptou bem a sociedade em que vivemos e acha que matando Asher está tirando uma pessoa ruim do mundo, que se matando não precisará ser um adulto triste e que se livrará de toda a dor que carrega consigo. 

Acho que todos temos problemas, mas a forma que lidamos com eles é de acordo com cada pessoa. Não vou dizer que o motivo de Leonard planejar tudo isso é bobo ou que ele fez para chamar a atenção das pessoas, apenas acho que ele reagiu a sua maneira. Curti bastante a leitura. Pretendo depois ler O lado bom da vida, mas por enquanto vou dar um tempinho com os dramas.

Algumas quotes que gostei:

"Você é diferente. E eu sou diferente também. Ser diferente é bom. Mas ser diferente é difícil. Acredite em mim, eu sei."

"Resumindo, Herr silverman diz que podemos ser humanos  e monstros ao mesmo tempo, que ambas as possibilidades estão em todos nós."

"As pessoas pagam por aquilo que fazer, e ainda mais pelo que permitiram se tornar. E pagam por isso de uma maneira muito simples: com a vida que levam."

"PRIMEIRO ELES TE IGNORAM, DEPOIS RIEM DE VOCÊ,
EM SEGUIDA LUTAM COM VOCÊ, E ENTÃO VOCÊ GANHA."

Até a próxima e feliz aniversário, Leonard. >.<

16 comentários :

  1. Parece ser um livro bastante interessante, me lembrou um pouco o livro Minha Metade Silenciosa, não sei porque.. Mas, me deu vontade de ler.
    http://lecry.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Geovana.

      Não conheço o livro Minha Metade Silenciosa e agora fiquei curiosa com sua leitura. Caso leia Leonard, me conta o que achou, tá?

      Até.

      Excluir
  2. Ficou ótima a resenha, Paula! Acho que todos deveriam ler esse livro hahaha <33 Matthew construiu um ótimo personagem e o colocou em um ótimo enredo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Victor seu lindo. <3

      Também acho que todos deveriam ler esse livro. As vezes pensamos que temos problemas, mas existe pessoas que passam por mais coisas que nós. Leonard Parabéns pra você. <3
      Matthew divando sempre, tenho que ler O lado bom da vida.

      Beijos.

      Excluir
  3. Oie, tudo bom?
    Não li nada do autor ainda, mas tenho mais vontade de ler esse do que o livro O Lado Bom da Vida. Esse livro trata de uma questão atual e muito comum entre os jovens. Fico pensando em como o protagonista se sente diferente e sozinho.
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Aline. Por aqui tudo bem e espero que com você também. o//

      Leonard é um personagem único, eu que acompanhei ele durante esse dia, pois o livro passa em um pouco mais que 24 horas fiquei encantada com sua confusão e força. Tenho O lado bom da vida aqui na estante, mas ainda não criei coragem de ler.
      #compradoracompulsiva *-*

      Até.

      Excluir
  4. Eu quase comprei esse livro em uma promoção! Que raiva que deu quando esgotou, tenho muita vontade de ler! ):
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, Dessa.

      Compre mesmo e resenhe que quero saber o que tu achou.

      Beijos.

      Excluir
  5. Gente, eu preciso ler este livro tipo pra ontem! Não sabia que a narrativa dele é assim e que a história é tão louca.


    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Helana.

      Muito louco esse livro. Espero que quando tiver a oportunidade de ler ele tu curta muito a leitura.

      Até.

      Excluir
  6. Respostas
    1. Olá, Rose.

      As vezes tem gêneros que não nos agrada muito, o meu é policial. :P

      Até mais.

      Excluir
  7. Faz um tempo q qro ler este livro ^^
    Já li O lado bom da vida e tenho certeza q gostarei deste tbm ^^
    A capa é mto linda tbm ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI, Bianca.

      Não criei a coragem pra ler O lado bom da vida ainda, amei o filme, mas fiquei sabendo que o livro é bem diferente. Depois irei ler e posto a resenha aqui.

      Até mais.

      Excluir
  8. Oi, Paula!
    Então, já li "O lado bom da vida" e amei, tanto o livro, quanto o filme. Pela resenha, parece que "O lado bom da vida" é um pouco mais leve, eu recomendo.
    Vou dar "Perdão, Leonard Peacock" de presente de aniversário para uma amiga que o classificou como desejado, aí aproveito e peço emprestado. HUAHUAHUA
    Antes de fazer 18 anos eu tinha uma certa expectativa de como seria, mas agora com 21, sinto vontade de voltar a ter 10. HUAHAUHAUAHUA
    Infelizmente a realidade apresentada pelo livro é bem verdadeira. Eu mesma, antes dos 18 as vezes matava aula para ficar sentada em algum lugar me perguntando onde daria "tudo isso" e tals. Enfim. Haha
    Beijos, e amei a resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Baby V.

      Meninê, não sabia que seu nome era Vanessa. :OOO
      Eu fiquei sabendo que O lado bom da vida é drama e muito mais pesado que o filme e tals, ele tá aqui na estante. Como falei nas últimas resenhas que escrevi iria dar um tempo em dramas.
      HAHA' Sua amiga tem bom gosto. :P Peça mesmo emprestado. Acho que tu vai curtir a leitura. Leonard é uma ótima pessoa pra se passar um tempo.
      Eu sempre me questionei quanto a ser adulto. Hoje tenho 29 e como queria voltar aos meus 15. Mas como diz Cazuza "A vida não para".
      Que bom que curtiu a resenha e até mais.

      Excluir

Hey, gostou da postagem?
Então deixe sua opinião/crítica/elogio aqui!
O Paradise Books agradece seu comentário, obrigado pela visita!
obs.: Não respondemos comentários em anônimo; Não é permitido o uso palavras ofensivas; Não compartilhamos livros, isso vai contra a política de direitos autorais.