Resenha: Príncipe Mecânico [As Peças Infernais #02] - Cassandra Clare

terça-feira, 20 de maio de 2014



Titulo: Príncipe Mecânico - Livro 02
As Peças Infernais - The Infernal DevicesAutora: Cassandra Clare
Editora: Galera Record
Classificação: 4.8 Skoob
Páginas: 406

Helo!
Decidi dizer “Olá” no idioma de Will, ele é galês. Na resenha do segundo livro continuamos com as descobertas sobre As Peças Infernais, sabendo um pouco mais sobre a relação parabatai entre Jem e Will. Teremos nesse livro uma participação maior de Magnus Bane e um desenrolar do triangulo amoroso de Tessa Gray

 Vamos começar descobrir os segredos de Will. *-*
Pra quem não leu o primeiro livro da trilogia As peças infernais, peço que pare por aqui, pois contém spoilers.

Temos na capa James Carstairs. Nessa capa dá pra perceber o que as drogas que ele usa causou em sua aparência. Ele segura uma bengala que quando acionada tem uma lamina, artefato esse criado por Henry. O titulo não se refere a ele, mas sim ao Magistrado, que quando pequeno foi chamado de Príncipe Mecânico por seus pais. Neste livro saberemos a história de MortMain e continuaremos com Tessa e a busca pela sua origem.

“A beleza de Jem não ardia como a de Will, em cores vivas e fogo reprimido, mas tinha sua perfeição muda e peculiar, o encanto da neve caindo contra um céu cinza-prateado.”
Charlotte tem que descobrir mais sobre o Magistrado e suas criações mecânicas. A clave está em cima dela e alguns membros não concordam com ela  administrando o Instituto de Londres. 
Como o Instituto sofreu um ataque a pouco tempo a Clave decide que seus membros tem que ser treinados em lutas. Com isso Benedict Lightwood que quer tomar seu posto, decidi oferecer seus filhos pra treinar as pessoas do Instituto. Ficamos conhecendo mais dos irmãos Gideon e Gabriel Lightwood. Nas partes dos treinos existe um ponto que acho interessante e que na época que se passa os livros as mulheres apenas usavam vestidos e temos Tessa e Sophie de calças treinando.

As vozes eram claramente as dos irmãos Lightwood. Tessa reconheu o tom grave de Gideon, tons mais ásperas como ele disse, "Haverá um momento de ajuste de contas, Gabriel. Tenha certeza disso. O que importa é que lado vamos tomar quando o tempo chegar."

Após a conversa tensa de Will e Tessa no final de Anjo Mecânico ele começa a procurar um fim para a maldição que acredita sofrer. Essa maldição que o faz ser  tão arrogante, que o faz se afastar das pessoas. A pessoa que ele pede para lhe ajudar é Magnus Bane. ( Sim, se você leu os livros de TMI, aqueles olhos azuis que Magnus tanto fala e Alec tem tanto ciúme e de Will Herondale. *suspiros*) Magnus sempre diz que gosta de coisas quebradas e que Will tem isso, por isso fica grande parte do livro o ajudando a encontrar o demônio que lhe lançou uma maldição. 

Vemos o triangulo entre Tessa, Jem e Will ganhar maiores proporções nesse livro. Tessa fica numa corda bamba entre eles. Will sempre a afastando e Jem a tratando com todo o carinho. 

“Você poderia realmente amar duas pessoas diferentes ao mesmo tempo? Você poderia dividir o seu coração pela metade?"

Como já comentei achei a leitura do primeiro livro da serie um pouco chata, mas depois de ler o segundo descobre que ela é precisa. Um livro cheio de momentos que te deixa sem saber para qual dos personagens torcer, que te faz rir e se emocionar. Cassandra me surpreendeu com o final deste livro. Só não dei cinco estrelas e um preferido porque o terceiro livro da trilogia conseguiu me deixar com depressão literária. 

Beijos, beijos.

Deixo aqui algumas images retiradas da Galeria do site idris.com.br.

      

      

8 comentários :

  1. Eu comecei esse série não gostando muito do primeiro livro, mas amei esse e li o terceiro semana passada (tão bom, mas tanto choro né? hjahaha). Fico feliz de saber que tu aproveitou essa série tanto quanto eu!
    Deyse @ http://deysediztudo.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Deyse.

      Compartilho com você esse coisa do primeiro livro ser um pouco chatinho, mas os dois seguintes valem a pena. Chorei demais também no último e ele é meu preferido.

      Beijos.

      Excluir
  2. Louco pra começar a ler a trilogia, ainda não li nada da Cassandra e acho vou começar com API, parece ser bem legal, espero começar em breve.
    Beijos
    Guilherme - http://leituraforadeserie.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, Gui.
      O primeiro livro é um pouco lento, mas os dois seguintes faz valer a pena passar pelo primeiro. Depois me conte o que achou.

      Beijos.

      Excluir
  3. Oi amooores!
    Eu ao as Peças Infernais, Wil, Jem e Tessa me deixam louca!!
    Em comparação com TMI, acho a Tessa mais atirada e segura e isso me agrada. Ambas series tem semelhança. Mas As Peças Infernais por acontecer em um tempo diferente me contagio, amo amo amo!!
    Parabéns pela resenha, amei os mangas!
    http://livrosimaginarios.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Camila.
      Também amo essa trilogia, já é a segunda vez que leio. Jem é dono do meu coração, mas depois da segunda vez que li gostei um pouquinho mais do Will. Estou louca pra ler logo CoHF e saber o que a Tessa faz por lá.
      Obrigado pela visita.

      Beijos.

      Excluir
  4. Acabei cidade das cinzas esses dias... Não Vejo a hora de poder ler a trilogia as peças infernais! To lendo em ordem de publicação...
    Forever a Bookaholic

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, Camylla.
      Fico feliz em saber que gostando dos livros da Cassandra. Eu não li na ordem, ti todos de TMI e fiquei louca pra ler mais livros da autora e peguei As peças infernais.
      Boa leitura.
      Beijos.

      Excluir

Hey, gostou da postagem?
Então deixe sua opinião/crítica/elogio aqui!
O Paradise Books agradece seu comentário, obrigado pela visita!
obs.: Não respondemos comentários em anônimo; Não é permitido o uso palavras ofensivas; Não compartilhamos livros, isso vai contra a política de direitos autorais.