Playlist da Semana #24: A Bela Adormecida

quinta-feira, 15 de maio de 2014

Clássicos e Contos de Fadas #05

Oi galera! Todo mundo sabe que esse mês é a estréia tão aguardada de Malévola, que será lindamente interpretada por Angelina Jolie, então resolvi falar sobre o conto predecessor. Vamos ver de onde essa história veio, e um pouco das adaptações feitas a partir do conto original.


Como vocês já devem ter notado nos posts anteriores dessa nossa coluna, nenhum dos contos teve realmente um final lindo e feliz como é feito nos filmes infantis da Disney, e com essa história não poderia ter sido diferente. A história é datada de meados do século XVII, e aparentemente a primeira versão foi escrita por Giambattista Basile, várias outras versões feitas, e uma delas é dos nossos já conhecidos irmãos Grimm publicada em 1812. Vamos dar uma olhada nas duas.

Logo no inicio notamos a diferença desse conto para o que já conhecemos, bela adormecida é vítima de um acidente não de uma maldição. Aos quinze anos, ela prende um espinho venenoso sob a unha e adormece profundamente.Após cair em seu sono, um determinado rei percebe a linda jovem desfalecida e resolve aproveitar-se da situação, a jovem é molestada. Nove meses depois tem-se o resultado disso, a ainda adormecida dá a luz a gêmeos. Os bebês, com fome buscam o leite materno e acabam chupando um de seus dedos, retirando o espinho envenenado. Sem o espinho, a Bela Adormecida, violada e mãe de dois bebês finalmente acorda, mas sem entender como essas crianças surgiram.Ainda pra piorar, o rei muito bem casado, Envia seus súditos para buscar a recém acordada com as crianças. O resultado disso é previsível: a rainha tenta matar Bela Adormecida e as crianças, no entanto é impedida e assassinada pelo próprio rei. Desse modo, a Bela Adormecida fica com o caminho livre para se casar com o seu rei abusador para tornar-se a nova rainha e para todos viverem felizes para sempre.
Acho que sinistro e sem noção não são palavras suficientes para definir o que eu penso sobre essa história. Mas diferente das outras, tem um final feliz. Agora a versão dos irmãos Grimm.

Na festa do batismo da tão desejada princesa, foram convidadas 12 fadas e como madrinhas desta ofereceram-lhe presentes como: a beleza, o talento musical, a inteligência, entre outras bênçãos apreciadas. No entanto, uma velha fada que foi negligenciada porque o rei tinha apenas doze pratos de ouro, interrompeu o evento e lançou-lhe como vingança uma feitiçaria, cujo resultado seria a morte pelo picar do dedo num fuso quando a princesa atingisse a idade adulta. Porém, restava o presente da 12ª fada. Assim sendo, esta suavizou a morte, transformando o maldição da fada malvada num sono profundo de cem anos, até ao dia em que seria despertada por um beijo proveniente de um amor verdadeiro.

                   

O rei proibiu imediatamente qualquer tipo de fiação em todo o reino, mas em vão. Quando a princesa completou 16 anos, descobriu uma sala escondida numa torre do castelo onde encontrou uma velha a fiar. Curiosa com o fuso pediu-lhe para a deixar fiar, picando-se nesse mesmo instante. Sentiu então o grande sono que lhe foi destinado e, ao adormecer, todas as criaturas presentes no castelo adormeceram juntamente, sob o novo feitiço da 12ª fada que tinha voltado. Com o passar do tempo, cresceu uma floresta deurzes em torno do castelo, isolando-o do mundo exterior e dando uma morte dolorosa por uma picada em espinhos, a quem tentasse entrar. Assim, muitos príncipes morreram em busca da tal Bela Adormecida, cuja beleza era tão falada nas redondezas. Após cem anos decorridos, um príncipe corajoso enfrentou a floresta de espinhos, mesmo sabendo da morte de outros tantos, e conseguiu entrar no castelo. Quando encontrou a torre onde a princesa dormia, achou tão grande a sua beleza que ficou apaixonado e, não resistindo à tentação, deu-lhe um beijo que a despertou para a vida e, seguindo-se ao dela, o despertar de todos os habitantes do reino que continuaram onde haviam parado há cem anos. O príncipe e a Bela casaram-se secretamente e tiveram dois filhos: Aurora e Dia. Quando a mãe do príncipe (de descendência de ogres) soube disso ficou com vontade de comê-los, e ordenou a um caçador que os matasse e trouxesse, mas o caçador colocou animais no lugar onde deveria ter as crianças. A rainha, quando se apercebeu disso, enraivecida, mandou atirar as netas em um poço cheio de serpentes, cobras e víboras durante a ausência do príncipe, seu filho, que tinha ido caçar codornizes. Mas o príncipe chegou antes do tempo previsto, e a rainha, que já não podia fazer o planejado, cheia de ódio e medo ao filho, desequilibrou-se caindo dentro do poço onde morreu. A partir daí, a princesa Bela e o príncipe "viveram felizes para sempre"!

Bom, e essa são então as histórias verdadeiras por trás da Bela Adormecida, desculpe se eu destruí um pouquinho a sua infância, é muito ruim descobrir essa verdade, e acho que essa foi uma das que mais me deixou chocada.
O filme da Disney foi lançado em 1959, e foi considerado um dos mais caros já produzidos pelos estúdios, começou a ser feito em 1950 mas sofreu muitos atrasos pois na mesma época iniciou-se a construção da Disneyland.
Em 1890, Tchaikovsky fez uma adaptação do clássico para o ballet, e com coreografia de Marius Petipa foi apresentado primeiramente em São Petersburgo, abaixo uma das apresentações. Vale super a pena assistir, é bem lindo!


No fim do mês, dia 30 de maio mais precisamente, estréia Maleficent, a nova adaptação do clássico conto de fadas, onde teremos o foco um pouco diferente, voltado para Malévola que será interpretada por ninguém menos que Angelina Jolie. Deixo aqui o trailer ,mais uma vez, ao som de Once Upon a Dream, interpretado pela minha diva Lana Del Rey.
Finalmente, a playlist com as músicas do filme da Disney. Adicionei a versão cantada pela Lana também. Espero que tenham gostado pessoal.
Até a próxima.
Sleeping Beauty by Paradise Books on Grooveshark

2 comentários :

  1. Nossa. DDD:
    Que horror! Pobre Bela adormecida, parece que foi castigada de todas as formas: Estupro, gravidez indesejada e casamento com o agressor. Horrível. Sem palavras. :x

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei V.!
      Super tenso né?
      Saber dessas histórias reais deixam a gente assustada.
      Beijos

      Excluir

Hey, gostou da postagem?
Então deixe sua opinião/crítica/elogio aqui!
O Paradise Books agradece seu comentário, obrigado pela visita!
obs.: Não respondemos comentários em anônimo; Não é permitido o uso palavras ofensivas; Não compartilhamos livros, isso vai contra a política de direitos autorais.