[Categorias Literárias] Romances - Me explica essa confusão?

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014


Oi gente! 
Mais um post novinho aqui no blog pra falar sobre um tema que deixa muita gente bastante confuso. Muitas vezes quando postamos resenhas aqui no blog, fazemos comentários a respeito do gênero a que cada livro se classifica, e isso acaba gerando muitas dúvidas principalmente quando colocamos siglas do tipo NA, YA e etc. Afinal de contas,  o que é um Romance New Adult? É diferente de Romance normal? O que é Chic-Lit? Quando um livro se classifica como aventura? Além de muitas outras perguntas que ficam permeando a nossa mente durante as nossas leituras. Bom, eu decidi falar desse tema de uma maneira espontânea, e quero deixar claro antes de começar que não tenho nenhuma propriedade para falar sobre esse assunto, não sou formada em letras, não tenho mestrado nem nada do tipo. Tudo o que for dito aqui são pesquisas feitas por mim, e conclusões a que eu (Carla), cheguei depois de estudar sobre gêneros e literatura, portanto, qualquer erro ou dissonância, por favor não deixem de comunicar a mim para que seja devidamente discutido e corrigido.
Os livros selecionados para representar cada gênero, foram escolhidos por mim, e pode ser que haja opiniões diversificadas a respeito de onde eles se encaixam. Novamente peço que qualquer dúvida e discordância, entrem em contato.
Então vamos lá!
Antes de mergulharmos nas subdivisões e categorias que os livros se encaixam, precisamos compreender um pouco mais sobre o público alvo. O público para o qual o livro foi escrito é muito importante quando vamos classificá-lo, dessa forma conseguimos saber algumas características como, teremos cenas explícitas de sexo ou violência? Esse é o tipo de livro indicado para um adolescente ler? A ideia não é limitar, afinal adultos leem livros juvenis e adoram, mas sim fornecer uma maior compreensão. Lembrando que para todos os públicos que mencionamos os livros podem conter fantasia ou ser contemporâneos.

Infanto-juvenil: Livros indicados para um público até os 10 anos de idade.
Juvenil: Apesar de geralmente a idade entre os 11 e 14 anos ser inserida dentro dos Young Adults, existem muitos livros que são focados nessa idade de transição da infância para a adolescência. Mas geralmente eles são mesmo incluídos dentro do YA, no Brasil não temos muito essa separação.
Young Adult (Jovem Adulto): Livros para um público que está entrando na adolescência, até os 16 anos. Então compreendemos que teremos primeiras experiências, problemas familiares com frequência são abordados, o princípio de um romance, que pode até mesmo conter a primeira experiência física, mas jamais de maneira descritiva, explícita ou aprofundada, assim como cenas de violência ou morte que são sutilmente inseridas.
New Adult(Jovem Adulto Maduro): Livros recomendados para um público entrando na vida adulta, dos 17 aos 21 anos. Costumam abordar as primeiras experiências sexuais de uma forma mais detalhada, os personagens geralmente estão se formando no colégio ou entrando na faculdade, portanto passam por todo tipo de primeiras experiências, desde drogas, empregos, problemas familiares mais pesados e detalhados, traumas do passado, como morar sozinho, e todo esse universo pra quem está embarcando na vida adulta.
Adult (Adulto ou Erótico): Livros para maiores de 18 anos, segundo a maioridade do nosso país. Portanto contém conteúdo explicito de violência a sexo, mas não necessariamente todos os livros adultos vão ter esse tipo de material. Os personagens já são adultos, trabalham e podem passar por todo tipo de experiência comuns a vida cotidiana adulta.

Agora vamos entender um pouco mais sobre os romances e onde cada um se encaixa de acordo com o conteúdo do livro e seu público alvo.

Romance:

(Nesse caso darei uma descrição breve e não destacarei suas milhares de subdivisões, apenas para trazer um breve entendimento.) É a narração mais conhecida, além de ser a preferida entre os leitores. A estrutura desse tipo de narrativa é complexa, já que não acomoda apenas um núcleo, mas várias tramas se desencadeiam durante a narração da história principal.
Chama-se romance porque se tornou conhecido a partir do Romantismo, apesar de a sua raiz ser de antes, do Realismo. Uma consulta ao "Novo Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa", cujo verbete romance apresenta a seguinte definição, no âmbito literário: "Descrição longa das ações e sentimentos de personagens fictícios, numa transposição da vida para um plano artístico". O que o diferencia da novela é apenas o fato de ser um pouco mais extenso.


Romance Dramático: Histórias narrativas descritivas que envolvem romance e drama ao mesmo tempo. Na grande maioria das vezes os personagens possuem alguma parte mal resolvida do passado e sentimentos de magoa e rancor, perdas, doenças, e etc. Também há histórias de amor não correspondido, ou amores impossivéis. Ao longo da história, conforme os personagens se desenvolvem, o passado e o futuro são revelados aos poucos. As tramas se enrolam e se descomplicam. Alguns exemplos :


      



Romance Histórico:  É um tipo de romance que mistura história e ficção, reconstruindo ficticiamente acontecimentos, costumes e personagens históricos. Podem ser criadas novas situações que não se passaram em determinadas épocas para compor acontecimentos que de fato ocorreram.OBS: O livro "Desejo à meia noite" também pode ser considerado um romance erótico, pois apesar de se passar na antiga e aristocrática Londres vitoriana, o livro contém várias cenas de sexo descritivas.

Exemplos:


      


Chic-Lit: é um gênero literário que abrange a vida da mulher moderna, sendo voltado, principalmente, para o sexo feminino. São romances leves, com um toque de humor, que narram o quotidiano e entram fundo nas dúvidas e emoções das personagens, transmitindo, normalmente, a sensação de estar lendo o relato de uma amiga. As história nesses livros poderiam facilmente ser uma conversa entre garotas ou mulheres, na qual há compartilhamento de sonhos, segredos, confissões. (Fonte: Livros e Fuxicos)


 RESENHA      


Young Adult (YA): Significa jovem adulto. Está ganhando conhecimento no Brasil e pode ser definida como Literatura para pessoas de 14 a 21 anos. Se diferencia da literatura infanto-juvenil por deixar de lado a ingenuidade dos protagonistas e concentrar-se em temáticas mais adultas. Os personagens principais são adolescentes como seus leitores e os temas abordados incluem: 
IdentidadeSexualidadeDepressãoSuicídioAbuso de DrogasRelacionamento Familiar, Relacionamentos Amorosos, Status socialBullying e muitos outros, normalmente retratados de forma conflituosa, por exemplo: Divórcio dos pais, falta de popularidade na escola etc, mas tudo de uma maneira mais rasa e leve. Costuma ser presente o senso de humor (seja irônico ou simplesmente engraçado), localizar-se em tempo-espaço contemporâneo e possuir na escrita diálogos valorizados, estilo de escrita claro, e utilização de gírias com frequência. Pode ser escrito em terceira pessoa ou primeira pessoa. Lembrando que o YA pode abordar vários gêneros como terror, fantasia, suspense, aventura, e não necessariamente apenas o romance.

 RESENHA   RESENHA     RESENHA

New Adult (NA): O tema mais comentado ( e também um dos mais queridos do Paradise Books) dos últimos tempos. A terminologia que significa Novo Adulto, define um processo de transição, de mudança; momento no qual o jovem atinge a maior idade e começa a perceber as alterações que tal status acarreta. Levando em conta tais conceitos, os cenários dessas histórias de ficção jovem adulta transbordam mudanças e ‘primeiros passos’. Assim podemos ter como pano de fundo a faculdade, o primeiro emprego, o primeiro relacionamento sério, a primeira bebedeira, o primeiro (ou mais importante) confronto familiar, a primeira relação sexual. Na grande maioria das vezes todos os conflitos interiores e as dúvidas desses jovens são mostradas de maneira mais explicita e descritiva. O fator, visão realista do mundo, é que garante o sucesso da classe. Ela aborda infinitas mudanças, mas sempre inserindo conflitos intensos e complexos em sua narrativa, comprovando o fato de que o jovem adulto não está mais imune a toda a sujeira que existe no mundo. Desta forma, lemos sobre abusos sexuais, consumo de drogas, violência, doenças mentais e físicas, relacionamentos complicados etc. Exemplos:


       RESENHA


Romance Erótico: É o gênero literário que utiliza o erotismo em forma escrita, para despertar ou instruir o leitor sobre as práticas sexuais. Em sua maior parte utiliza-se do gênero literário romance, embora alguns dos grandes clássicos eróticos estejam em forma de conto ou poesia. O erotismo é relacionado ao amor,a inspiração vinda do amor. Contendo histórias na sua grande maioria contemporanêas, esse tipo de romance contém personagens adultos, quase sempre com trabalhos e vidas estavéis, que querem conhecer mais afundo os relacionamentos e a intensidade, conhecer mais de seu próprio corpo, e descobrir um novo lado do sexo. As cenas de sexo são explicitas e descritivas, fazendo desse gênero não recomendado para menores de 18 anos, por não narrarem apenas sexo, mas práticas sadomasoquistas, e relações de submissão e dominação.
Exemplos:

      RESENHA


Romance Sobrenatural: A maioria desses se encaixa nas classificações de YA, NA, ou Erótico, mas como é um tema sobre o qual eu adoro ler, resolvi citar separadamente. Nesse livros o tema abordado é obviamente o sobrenatural. Vampiros, Lobisomens, Fantasmas, Anjos, Sereias e mais um milhão de outros seres que se envolvem e se apaixonam por humanos nessas histórias. Alguns exemplos abaixo.

Romance Sobrenatural YA:

      

Romance Sobrenatural Erótico:

      
Romance Sobrenatural NA:

      

Claro que ainda existem vários outros gêneros e subgêneros que estaremos abordando depois aqui no blog, mas realmente espero que esse post tenha sido esclarecedor no momento.

XOXO, Até a próxima!

12 comentários :

  1. Amei a postagem!! Realmente essas categorias nos causam uma certa confusão rs
    Beijos

    Meu Meio Devaneio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Queee bom!
      E obrigada por indicar a gente no seu top posts!
      Beijos

      Excluir
  2. Ficou maravilhosa a postagem, você escreveu muito bem e de uma forma bem clara. Confesso que tinha um pouco de dúvida sobre os gêneros Young-Adult e New Adult. O meu gênero favorito sempre será o Romance Dramático haha ♥

    Beijo, Joyce.
    http://olhardeumanerd.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Joyce!
      Que bom que tirou as dúvidas então :)
      Eu não curto muito dramático, mas já li alguns legais.
      Beeeijoos

      Excluir
  3. Post muito legal, é, realmente as pessoas têm uma certa dúvida não com o gênero em sim, mas as subdivisões ou categorias. Interessante.
    www.tribodolivro.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente Verônica, esses detalhes confundem muito a gente né? AHHAH
      Obrigada!
      Beijos

      Excluir
  4. Uau, arrasou! Tenho certeza que muita gente se esclareceu.

    Mas sabe uma coisa que eu não gosto? Chic-lit. Digo, gosto de ler ás vezes, mas eu acho que por ser um romance voltado pro publico feminino tem sempre aquele quê de superficial, fala de bolsa, roupa e um livro inteeeeeiro atrás de um cara. Porque não um romance sobre a mulher e para a mulher?

    Um que vc não citou foi o Sick-lit, aqueles que falam de doença. Eu adoro! haha

    beijos
    Bia - Livro do dia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bia!
      Obrigada por sua opinião, fico feliz de saber que estamos realmente esclarecendo dúvidas.
      Eu curto demais os Chic-Lits, principalmente os da Sophie Kinsella, ela não fala tanto sobre, bolsas e sapatos e a mocinha não fica correndo atrás de um cara o livro todo HAHAH, depois tente dar uma lida em algo dela.
      Obrigada pela dica, esse novo termo Sick-Lit ta chegando agora ao Brasil tbm, mas na minha opinião todos esses livros se encaixam dentro do YA, como eu citei A Culpa é das Estrelas, também temos Garotas de Vidro e As Vantagens de ser invísivel.
      Beijos

      Excluir
  5. Adorei a postagem! Sensacional as dicas. Amei seu blog....
    Não se voce já fez resenha do livro "Cowabunga! Desventuras de um ex-surfista", ele é novo (se não me engano é desse ano). Se ainda não fez, fica a dica.
    Ando vendo todo mundo comentar a respeito, algumas amigas minhas já leram e estou curiosa, mas gostaria de ler sua opiniao literaria antes...bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luciana, que bom que você gostou!
      Então, não conheço esse livro, mas vou procurar saber e se eu ler mesmo posto uma resenha aqui tá?
      Beeeijos

      Excluir
  6. Oie! Eu particularmente não gosto de tantas definições de gênero, acho que deveriam reduzir e não aumentar rsrsrs
    Isso muitas vezes da u nó na cabeça dos leitores!

    Abraço,
    Diego de França
    Leitor Sagaz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essas definições realmente dão um nó na cabeça da gente. Mas infelizmente existem, então o que podemos fazer é no mínimo explicar e deixar o pessoal por dentro né Diego?
      HAHHAHA
      Beijos

      Excluir

Hey, gostou da postagem?
Então deixe sua opinião/crítica/elogio aqui!
O Paradise Books agradece seu comentário, obrigado pela visita!
obs.: Não respondemos comentários em anônimo; Não é permitido o uso palavras ofensivas; Não compartilhamos livros, isso vai contra a política de direitos autorais.