[Novidades] A menina que roubava livros

quinta-feira, 22 de agosto de 2013


Oi gente /o/ como vão? 
Ontem nós aqui do PB vimos The Mortal Instruments - City of Bones e quase piramos dentro do cinema, adoramos o filme. 
Mudando de assunto hoje eu trouxe uma novidade que recolhi por aí, e acho que vão interessar a todos.
É a adaptação do livro "A menina que roubava livros" nos cinemas. E aqui irei postar o trailer que saiu ontem, e achei lindo. Eu não li o livro, e como ainda irá lançar ano que vem o filme, terei tempo para lê-lo e com certeza postarei uma resenha aqui. As outras duas colaboradoras já leram, e me disseram que é muito bonita a historia, e que vale a pena ler antes do filme.


O filme é baseado no best-seller do australiano Markus Zusak (publicado no Brasil pela editora Intrínseca).Na Alemanha nazista, Liesel (a canadense Sophie Nélisse) é deixada pela mãe e adotada por um casal vivido por Geoffrey Rush e Emily Watson,  que também ajudam Max (Ben Schnetzer), um judeu foragido.Antes disso o irmãozinho da Liesel morre, e no enterro dele ela encontra um livro. Ela passa a roubar livros e descobrir neles a esperança perdida durante a guerra.


menina-que-roubava-livros
O filme estreia nos EUA em novembro e está previsto para chegar no Brasil dia 31 de janeiro.


2 comentários :

  1. Sinceramente, com a minha decepção em relação ao livro, estou pouco entusiasmada com a espera pelo filme.
    Esperarei pela sua resenha e o que achastes.
    Quem sabe você não goste do livro, né ?!

    Estou seguindo o seu blog, da uma passada lá no meu *-*

    Beijos,
    misturandoasmentes.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim sim, pretendo ler antes de lançar o filme para dar minha opinião.
      Claro , visitando agora mesmo.
      Beijos

      Excluir

Hey, gostou da postagem?
Então deixe sua opinião/crítica/elogio aqui!
O Paradise Books agradece seu comentário, obrigado pela visita!
obs.: Não respondemos comentários em anônimo; Não é permitido o uso palavras ofensivas; Não compartilhamos livros, isso vai contra a política de direitos autorais.